menu

Matheus exalta time e parabeniza PG pela vaga

Técnico é responsável pela ótima campanha da equipe alvinegra no Campeonato Paranaense

O Operário Ferroviário está nas semifinais do Campeonato Paranaense. Jogando no Estádio Germano Krüger, na tarde desta quinta-feira (20), o Alvinegro venceu o Azuriz, após disputa de penalidades máximas, por 4 a 3 e classificou-se para a próxima fase do Estadual. No tempo regulamentar, o Fantasma ganhou por 1 a 0, com gol de Silva aos 8 minutos do primeiro tempo. Garantido entre os quatro melhores times da competição, o Fantasma confirma a vaga para a Copa do Brasil de 2022. Nas semifinais, a equipe de Vila Oficinas enfrenta o Londrina.

Após manter a sequência invicta no Estádio Germano Krüger e garantir a classificação para a próxima fase no Campeonato Estadual, o técnico Matheus Costa concedeu entrevista coletiva online. “Estou muito feliz pelo resultado. Criamos grandes possibilidades nesses dois jogos, poderíamos ter, tranquilamente, vencido as duas partidas. Mas, coisas do futebol, temos que dar mérito também ao Azuriz que se defendeu muito bem. Valeu pelo esforço e dedicação de todos. Desde a nossa saída da concentração e até mesmo nas penalidades, conseguimos sentir o apoio do nosso torcedor. Essa vitória é de todos que fazem parte disso. A gente ficou muito contente com a classificação, desde o primeiro momento tínhamos como objetivo garantir a vaga na Copa do Brasil, sem depender de ninguém. Era uma meta muito grande do clube, por conta do retorno financeiro e tudo o que envolve essa competição. Parabenizar a cidade de Ponta Grossa, aos torcedores e ao nosso excepcional elenco que conquistou a vaga e a classificação”.

O jogo

Precisando do resultado favorável por mais de dois gols de diferença, o Fantasma iniciou a partida em cima do adversário. Logo aos 8 minutos, após cruzamento pela direita, a zaga adversária não afastou completamente a bola, Silva aproveitou a sobra e finalizou de perna canhota. No meio do caminho, a finalização desviou em Bedoya e foi parar no fundo das redes do goleiro Renan. Buscando ampliar o placar, a posse de bola permaneceu nos pés do Alvinegro. Aos 24 minutos, Thomaz recebeu pelo lado esquerdo do campo, puxou para a perna direita e finalizou de longe, a bola bateu na trave e assustou o goleiro. Sem deixar espaços para a equipe de Pato Branco, Silva fez a jogada com Thomaz, o camisa 7 alvinegro cruzou na área e encontrou Felipe Garcia que cabeceou no centro do gol. Com pressão ofensiva pelos lados do campo, a bola chegou em Lucas Mendes, o lateral fez o cruzamento pela direita, na tentativa de realizar o cabeceio, Ricardo Bueno foi derrubado por Bedoya e o árbitro marcou pênalti. Na batida, o camisa 9 mandou a bola na trave.

Na segunda etapa, a postura em campo de ambas as equipes continuou. O Operário insistia no ataque com forte marcação no meio-de-campo e o Azuriz defendia-se. A primeira tentativa com perigo surgiu aos 3 minutos. Em jogada ensaiada pela esquerda, Leandrinho encontrou Silva, mas o lateral não acertou em cheio na bola. As chances na segunda etapa surgiram através de bola alçada pelos lados de campo e em finalizações de fora da área. A partida terminou em 1 a 0 para o Fantasma. A diferença de um gol fez com que a vaga fosse decidida nas penalidades máximas.

Pênaltis

Nos pênaltis, o Alvinegro começou a decisão com Ricardo Bueno que estufou as redes do adversário. Na sequência, Lucas Vieira deixou tudo igual. Para iniciar a segunda rodada, Rodolfo Filemon colocou a bola no canto alto do goleiro e guardou o dele. O lateral Igor Bosel também não desperdiçou. Autor do gol no tempo normal, Silva cobrou a terceira penalidade no alto, a bola bateu no travessão e entrou. Vinicius Guarapuava, na sequência, também fez o dele. Retornando de lesão na posterior da coxa esquerda, Rafael Oller, de perna canhota, guardou a penalidade no início da quarta rodada. O ex-jogador do Operário, Fábio, bateu na sequência, e parou nas mãos do goleiro Simão. O arqueiro alvinegro fez milagre, mais uma vez, e defendeu a penalidade. Na última e decisiva rodada, Tomas Bastos foi para a bola, mas acabou perdendo. Mesmo com a penalidade desperdiçada, o Alvinegro tinha a chance de classificação e foi o que aconteceu. Bedoya, na última cobrança, isolou o chute e a bola foi para fora, terminando em 4 a 3 para a equipe de Vila Oficinas. Desta maneira, o Fantasma garantiu a classificação na semifinal do Campeonato Paranaense e a vaga na Copa do Brasil 2022.

Últimas Notícias
Ponta Grossa 21/05/2021 ás 09:42h
Cotidiano 21/05/2021 ás 09:35h
Romulo Cury 21/05/2021 ás 06:30h
Destaques
Fluidos Positivos
Paulo Coelho
VÍDEOS
Mix
/img/cover/370000/capa_00378800_0_202105202128.jpg?xid=1083280
+ Empregos
+ Bom Dia Astral
+ Romulo Cury
+ Variedades