menu

‘Corujinha’ garante atendimento a crianças durante as férias

Secretaria Municipal de Educação proporciona férias divertidas para os pequenos em polos do programa

O Projeto Corujinha, colônia de férias realizada pela Secretaria Municipal de Educação para crianças até cinco anos, chega nesta quarta-feira (24) ao oitavo dia de atividades. Neste recesso escolar de julho, 350 crianças estão inscritas para permanecer em atividades seguras, com alimentação, dentro de dois Centros Municipais de Educação Infantil da cidade, enquanto suas famílias trabalham normalmente.

O programa faz parte da política educacional do município de Ponta Grossa desde 2013, garantindo aos pequenos e suas famílias não somente facilidades para quem não dispõe de tempo para permanecer com as crianças, mas também garantindo o direito de uma infância saudável e muita diversão durante o recesso escolar. Enquanto estão dentro das unidades-polo, as crianças têm quatro refeições diárias, contação de histórias, descanso e brincadeiras que envolvem culinária, moda, ciência, artes e outras atividades.  

Para alegrar a criançada, a cada dia, atividades diferenciadas são previstas no cronograma. Nesta edição, os temas são o Dia do playground, oficina de musicalização, tarde com o malabarista, gincana divertida, festa à fantasia com direito a desfile, ônibus da leitura, dia do cabelo maluco, cinema com pipoca e para encerrar as atividades, uma tarde de festa caipira - tudo previsto para os 10 dias de Corujinha. 

A pequena Vivian é matriculada no CMEI Ana Neri, mas durante o período de recesso frequenta o Corujinha na Escola Municipal Deputado Djalma de Almeida César, em Olarias, enquanto sua mãe está em horário de trabalho. Para Julia Abreu Homenchuk, mãe de Vivian, possuir uma colônia de férias evita inúmeras preocupações com a filha. “Se não tivesse esse espaço para deixar minha filha, eu teria que pedir para minha vizinha ficar com ela, porque eu não consigo pegar férias no mesmo período que ela fica em recesso”, relata a mãe, que trabalha como doméstica. 

Nesta edição, das 350 crianças inscritas para o programa, cerca de 200 estão frequentando a colônia assiduamente. Para Stephany de Souza, assessora pedagógica da SME, o programa beneficia os pais fornecendo um lugar seguro e aconchegante para as crianças neste período. “Os pais têm a garantia de que as crianças estarão em um espaço seguro, que proporciona alimentação adequada e todos os cuidados necessários para fazer deste período um momento gostoso e lúdico”, afirma a pedagoga. 

Com informações da Assessoria de Imprensa

Últimas Notícias
Cotidiano 26/07/2019 ás 18:00h
Campos Gerais 26/07/2019 ás 17:08h
Ponta Grossa 26/07/2019 ás 15:55h
Destaques
Fluidos Positivos
Paulo Coelho
VÍDEOS
Mix
/img/cover/260000/cover_00268815_00.jpg
+ Empregos
+ Bom Dia Astral
+ Romulo Cury
+ Variedades