menu

PG tem 89% de elucidação nos casos de homicídio de 2019

Balanço divulgado pelo delegado-chefe da 13ª Subdivisão Policial (SDP) aponta para redução de crimes e também para aumento de operações e prisões

Depois de um ano no comando da 13ª Subdivisão Policial (SDP) de Ponta Grossa, o delegado-chefe Nagib Nassif Palma celebrou nesta semana os resultados obtidos em 2019. Em relatório divulgado à imprensa, ele revelou que 89% dos 44 homicídios registrados em todo o ano passado na cidade foram elucidados – isso significa que a autoria já foi descoberta e, não necessariamente, que os autores foram presos.

O índice de soluções de crimes contra a vida é notório principalmente quando comparado com outros municípios do Paraná. Em Curitiba, por exemplo, o índice é de 61%. O número registrado em Ponta Grossa também é superior ao já importante resultado obtido em 2018: dos 59 homicídios, 74,6% foram elucidados. Com base nos dados, também é possível perceber a redução de aproximadamente 25% no número de assassinatos.

Parte dos resultados pode ser explicada pela reestruturação promovida no prédio e também na ampliação dos setores operacionais (Homicídios, Inteligência, Flagrantes e Investigação contra crimes patrimoniais/tráfico de drogas). Além disso, o número de policiais civis na parte operacional também contribuiu para a realização de 34 operações ao longo de 2019, principalmente com foco nos crimes de tráfico de drogas, homicídio e crime organizado.

Outro índice que também apresentou crescimento foi o número de prisões, saltando de 142 em 2018 para 238 em 2019 – valor 68% maior. A reestruturação da administração da Polícia Civil no município também permitiu ampliar a frota de viaturas para uso nas atividades do setor operacional, nos plantões e também em outras delegacias subordinadas à 13ª SDP. “É uma felicidade verificar que todos os esforços hercúleos da minha brilhante e competentíssima equipe surtiram substanciais efeitos positivos na segurança da nossa amada comunidade”, destacou o delegado-chefe.


Whatsapp impulsiona número de operações

A partir da criação de dois números para receber denúncias pelo aplicativo Whatsapp, a Polícia Civil conseguiu desencadear algumas operações que levaram a prisões e apreensões no município. Foram ocorrências relacionadas à prática de jogos de azar, crimes ambientais e de receptação de produtos e objetos roubados ou furtados, além de tráfico de drogas e veículos recuperados. 

Também por meio das denúncias recebidas pelo aplicativo foi deflagrada uma ação de combate de fraude no comércio, em que um bar da cidade vendia chope de marca mais barata do que era anunciado. Os números disponibilizados pela Polícia Civil são (42) 99807-9691 (para casos de homicídios e outros crimes contra a vida) e (42) 99827-9684 (para demais crimes), além do telefone 197, para todos os casos.


Economia

A reestruturação administrativa promovida pelo delegado-chefe também ajudou na economia de recursos públicos. Os quatro distritos policiais de Ponta Grossa e a sede local da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc) mantinha sedes independentes e, atualmente, concentram seus trabalhos em dois endereços “potencializando o atendimento ao público e ainda gerando economia para os cofres públicos, reduzindo despesas com aluguéis”. Além disso, o Denarc agora funciona na sede da 13ª SDP, permitindo uma economia total de 35% somente com o aluguel dos imóveis.

Últimas Notícias
Campos Gerais 31/01/2020 ás 23:30h
Campos Gerais 31/01/2020 ás 23:00h
Ponta Grossa 31/01/2020 ás 22:32h
Cotidiano 31/01/2020 ás 22:00h
Campos Gerais 31/01/2020 ás 21:00h
Destaques
Fluidos Positivos
Paulo Coelho
VÍDEOS
Mix
/img/cover/310000/cover_00312108_00.jpg
+ Empregos
+ Bom Dia Astral
+ Romulo Cury
+ Variedades