menu

VCG não paga 13º salário e sindicato ameaça greve

Concessionária do transporte coletivo informou que a situação financeira impede empresa de honrar a segunda parcela do 13º e sindicato reage

Às vésperas das festas de fim de ano, o morador de Ponta Grossa pode ficar sem transporte coletivo nos próximos dias. Isso porque a Viação Campos Gerais (VCG), concessionária do transporte público na cidade, informou que não tem recursos para pagar a segunda parcela do 13º salário de motoristas e cobradores. A informação foi divulgada na manhã desta sexta-feira (18) e o Sintropas, que representa a categoria, reagiu ao anúncio sinalizando com a possibilidade de greve.

Em vídeo, o presidente da entidade sindical, Luiz Carlos Oliveira, diz que o ofício enviado pela VCG aponta ainda para um possível atraso nas outras obrigações da empresa, como pagamento de salários. “Entendo que está difícil, mas o trabalhador não pode pagar mais essa”, resume o líder sindica, apontando que há outros municípios que também enfrentam dificuldades nesse setor. “Curitiba está recebendo subsídio do governo municipal e não está pagando, então em Ponta Grossa fica difícil”, avalia.

Luizão também garante que envia ainda nesta sexta um ofício à VCG cobrando mais explicações para o não pagamento da segunda parcela do 13º salário e ameaça uma manifestação “com mais força”. Além disso, ele também pretende buscar a Autarquia Municipal de Trânsito e Transporte (AMTT) para que o governo municipal tenha ciência do qu está acontecendo. “Na certeza do não pagamento na segunda-feira [21], talvez tenhamos que tomar outras atitudes, inclusive paralisação e, quem sabe, até uma greve”, cogita.

Suspensão de pagamento é “fundamental”, alega VCG

Em nota, a VCG informa que a crise financeira vivida pela empresa é “gravíssima” e que o não pagamento dos direitos trabalhistas neste fim de semana é “fundamental à manutenção da atividade empresarial”. O comunicado também aponta que a empresa buscou apoio do governo municipal diversas vezes, mas não obteve “resposta ou sinalização da prefeitura, capaz de auxiliar na busca por uma solução”.

Confira abaixo, na íntegra, o comunicado da VCG sobre o não pagamento do 13º aos funcionários:

Conforme é de conhecimento, a Viação Campos Gerais tem enfrentado uma gravíssima situação financeira. O assunto vem sendo colocado a todos os colaboradores, entidade sindical e também ao Poder Concedente. E embora a VCG tenha formalizado, sobretudo ao poder público, em diversos momentos, não houve nenhuma resposta ou sinalização da prefeitura, capaz de auxiliar na busca por uma solução.
E, diante de um cenário caótico, que tem assolado sistemas de transporte público em todo o país, a VCG informa, formalmente, o não pagamento da segunda parcela do 13º salário, na data de hoje (18/12). É com extrema tristeza que essa informação torna-se pública, porque interfere na rotina de centenas de pessoas que honram com a profissão e com a prestação de serviços que garante o direito de ir e vir a milhares de pessoas diariamente.
Reiteramos que esta é uma medida fundamental à manutenção da atividade empresarial da empresa que trabalha incansavelmente desde abril para evitar uma parada total do sistema, com todas as consequências que possam advir desta situação.

Últimas Notícias
Campos Gerais 18/12/2020 ás 21:30h
Ponta Grossa 18/12/2020 ás 19:58h
Campos Gerais 18/12/2020 ás 19:49h
Campos Gerais 18/12/2020 ás 19:40h
Destaques
Fluidos Positivos
Paulo Coelho
VÍDEOS
Mix
/img/cover/350000/cover_00350118_00.jpg?xid=1012828
+ Empregos
+ Bom Dia Astral
+ Romulo Cury
+ Variedades