menu

Regional de PG investiga três casos de fura-filas

Página do Estado divulga número de suspeitos. PL aprovada na Câmara torna a prática um crime

Com o início da vacinação contra a Covid-19 em janeiro de 2021 no Paraná, um péssimo hábito deu as caras novamente: os furas-filas da vacina. Para combater esse problema, o Governo do Estado do Paraná lançou uma página dentro do site sobre o coronavírus para quantificar o número de pessoas que tem buscado obter vantagem com o imunizante. Até o momento, a Controladoria-Geral do Estado (CGE), que recebe as denúncias, recebeu mais de 200 denúncias em todo o Paraná.

Nos Campos Gerais, considerando os 12 municípios da 3ª Regional de Saúde, apenas Ponta Grossa conta com três suspeitos fura-filas. Já considerando as demais cidades da região, denúncias só foram recebidas em Telêmaco Borba, com dois casos e Prudentópolis, com um. A cidade que conta com o maior número de pessoas nessa situação é Curitiba, com 43, enquanto 16 denunciados não tiveram seu município informado.

Considerando apenas as regionais de saúde, a com mais fura-filas é a 2ª de Curitiba e Região Metropolitana, com 59. Na sequência aparece a 19ª, de Jacarezinho, com 14 e Campos Mourão (11ª), com 10. Destaca-se que, caso o denunciado seja um servidor público paranaense, ele responderá por processo administrativo, enquanto cargos em comissão serão demitidos sumariamente. Nesse cenário, já foram nove notificação de funcionários do Estado, com três descartados.

As informações são tratadas respeitando a Lei Geral de Proteção de Dados. O material recepcionado com relação a fura-filas é enviado ao Ministério Público, responsável pela apuração em municípios e eventual processo judicial.

A plataforma vem de encontro com uma proposta que foi aprovado pelo plenário da Câmara dos Deputados: o Projeto de Lei 25/21, do deputado Fernando Rodolfo (PL-PE), que “que tipifica os crimes de infração de plano de imunização; peculato de vacinas, bens medicinais ou terapêuticos; e corrupção em plano de imunização”. O objetivo é coibir a prática dos furas-filas em todo o Brasil, com pena que pode ir de um a três anos. Agora, a matéria vai para a votação no Senado.

CGE abre canais para denúncias

O cidadão pode fazer a denúncia quando identificar os fura-filas de seu município pelos telefones 0800 041 1113 e (41) 3883-4014, que atende pelo aplicativo Whatsapp. Pela internet, há um botão específico no portal www.coronavirus.pr.gov.br , mas também pode-se registrar a manifestação no site da CGE (www.cge.pr.gov.br), na aba Ouvidoria. Se preferir usar e-mail o denunciante deve enviar o material para [email protected]

Últimas Notícias
Campos Gerais 11/02/2021 ás 20:30h
Ponta Grossa 11/02/2021 ás 20:20h
Ponta Grossa 11/02/2021 ás 19:20h
Campos Gerais 11/02/2021 ás 19:01h
Ponta Grossa 11/02/2021 ás 18:40h
Destaques
Fluidos Positivos
Paulo Coelho
VÍDEOS
Mix
/img/cover/360000/cover_00366830_00.jpg?xid=1044319
+ Empregos
+ Bom Dia Astral
+ Romulo Cury
+ Variedades