menu

Felipe Passos acaba de deixar a CPP que investiga Valtão

Passos pediu renúncia do cargo na Comissão Parlamentar Processante com alegação de foro íntimo


A procuradoria Jurídica da Câmara de Vereadores de Ponta Grossa acatou o pedido do vereador Felipe Passos (PSDB) para deixar a Comissão parlamentar Processante que investiga denúncia de quebra de decoro por parte do vereador Walter José de Souza (PRTB), o Valtão.

No documento, lido em plenário durante a sessão ordinária desta quarta-feira, consta que Felipe Passos fundamenta sua renúncia na questão de “foro íntimo” e que mencionou, durante a sessão de segunda-feira (08), o fato do denunciado, Vereador Valtão, ter nomeado como seu defensor, no âmbito criminal, o mesmo advogado que advoga em suas causas particulares.

A procuradoria afirma que “a alegação de “foro íntimo” é suficiente para fundamentar o pedido de renúncia formulado e que não se verifica no ordenamento jurídico qualquer imposição legal de manter-se no cargo de membro de Comissão Parlamentar o parlamentar que formaliza sua renúncia”.

Felipe Passos disse que pediu para deixar a CPP para que o processo corra de forma transparente na Câmara. “Estou absolutamente em paz com minha consciência, disposto a defender como a população pede, na legitimidade de meu mandato e pra que não paire a menor sombra de dúvida, seja em relação a minha conduta, seja em relação a lisura desta Câmara Municipal”, acrescentou Passos.

Quem vai ocupar o cargo de Felipe Passos, ao lado dos vereadores Filipe Chociai (PV) e Izaías Salustiano (PSB), é o vereador Leo Famacêutico (PV). Passos segue na Comissão Permanente de Legislação, Justiça e Redação.

Últimas Notícias
Ponta Grossa 20/09/2021 ás 08:14h
Destaques
Fluidos Positivos
Paulo Coelho
VÍDEOS
Mix
/img/cover/390000/capa_00393853_0_202109172202.jpg?xid=1135144
+ Empregos
+ Bom Dia Astral
+ Romulo Cury
+ Variedades