menu

Região soma R$ 7 bi em produção agropecuária

O Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) em 18 municípios dos Campos Gerais atingiu R$ 7 bilhões. O número considera as 18 cidades que integram o Núcleo Regional da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento (Seab): Castro, Piraí do Sul, Arapoti, Jaguariaíva, Sengés, Ortigueira, Palmeira, Porto Amazonas, São João do Triunfo, Carambeí, Ipiranga, Ivaí, Ponta Grossa, Imbaú, Reserva, Telêmaco Borba, Tibagi e Ventania.

O valor mais expressivo é Castro, seguido de Tibagi e Piraí do Sul. Com a qualidade da produção de grãos, a região dos Campos Gerais, apresentou um bom desenvolvimento agropecuário no último ano, segundo dados do levantamento definitivo do faturamento bruto do setor contabilizados pela Seab, e que vão compor a cesta de índices que são utilizados para calcular os repasses do Governo do Estado ao Fundo de Participação dos Municípios referente ao ICMS, no ano que vem.

O município de Castro figura na terceira posição entre os municípios com maiores VBP, com faturamento, em 2015, de R$ 1,3 bilhão, sendo também o município com a maior produção de leite do estado, com 250 milhões de litros em 2015. Ainda nos Campos Gerais, o município de Tibagi registrou a maior produção de soja do Estado, com cerca de 414 mil toneladas. Já Ponta Grossa produziu quase 246 mil toneladas do grão, ocupando 49% da produção na cidade.

O VBP do Paraná, em 2015, atingiu R$ 77,8 bilhões. O resultado é 4% maior que o do ano anterior, quando o VBP foi de R$ 75 bilhões, em valor real, já descontada a inflação. A safra recorde de grãos, que no ano passado atingiu um volume de 38 milhões de toneladas de grãos, e o bom desempenho do segmento avícola foram os setores que mais impulsionaram o faturamento no campo. Para o secretário Norberto Ortigara, o resultado reflete a estrutura de diversificação das propriedades no Paraná. “Mesmo com as mudanças climáticas e o ambiente econômico desorganizado e conturbado, o agronegócio paranaense continua em ritmo ascendente”, diz.

Seab espera VBP de R$ 80 bilhões

Para 2016 as expectativas para o VBP se mantêm boas, apesar dos problemas climáticos como chuvas em excesso no início do ano, seguido de seca entre março e abril e, por fim, geadas sucessivas no inverno que reduziram o potencial de produtividade das lavouras. Mesmo assim, espera-se uma boa safra, em torno de 35 milhões de toneladas de grãos. O aumento de preços dos principais produtos está compensando, parcialmente, a perda de produção.

 

Últimas Notícias
Ponta Grossa 06/04/2021 ás 17:50h
Cotidiano 06/04/2021 ás 17:30h
Cotidiano 06/04/2021 ás 16:37h
Destaques
Fluidos Positivos
Paulo Coelho
VÍDEOS
Mix
/img/cover/370000/cover_00372967_00.jpg?xid=1063930
+ Empregos
+ Bom Dia Astral
+ Romulo Cury
+ Variedades