menu

BRF suspende contratos, mas garante empregos

Lay off tem início no próximo dia 27 de maio e envolve 1,2 mil trabalhadores dos 1,5 mil da unidade


Trabalhadores da BRF de Carambeí aprovaram, quase que de forma unânime, a suspensão temporária dos contratos de trabalho (lay off). A votação da proposta da empresa, para a assinatura do Acordo Coletivo de Trabalho, ocorreu na última segunda-feira, dia 22, e teve a aceitação de 95% dos funcionários. Conforme explicou Wagner do Nascimento Rodrigues, secretário geral do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de Carambeí, a unidade conta com 1,5 mil trabalhadores, dos quais 1,2 mil entrarão em lay off. O acordo ocorreu após a empresa anunciar que suspenderia o abate de frangos em Carambeí.

Quando houve o anúncio por parte da BRF, havia o temor de demissões, mas esse acordo garante a suspensão, ou seja, quando acabar a suspensão da produção, os trabalhadores retornam normalmente às suas atividades. Segundo Wagner, não foi estipulado o tempo da suspensão, mas ele adiantou que será entre dois e cinco meses. O único prazo que foi esclarecido é o início dessa paralisação, dia 27 de maio. Caso seja aplicado o prazo máximo, os trabalhadores retornarão no final de outubro.

Informações repassadas pelo sindicato apontam que durante o período de suspensão, os funcionários deverão realizar cursos de capacitação profissional oferecidos pela empresa, através de um programa de qualificação. Na proposta, há a informação de que a frequência é obrigatória, e a BRF está negociando com a UTFPR, UEPG, Cescage e Senai, para a realização da qualificação. A carga horária é de 60 horas, totalizando, no mínimo, 120 horas de curso para os trabalhadores, cujo transporte será bancado pela empresa. Os cursos serão realizados em dias consecutivos e serão na área frigorífica. 

O plano de saúde está mantido no período e há a garantia de indenização paga por parcela perdida do seguro-desemprego. Serão pagos R$ 110 no cartão alimentação até o dia 20 de cada mês e o chamado ‘vale lojinha’ de R$ 54 continuará sendo fornecido. 


Empresa quer ajustar estoques 

Quando a BRF anunciou a suspensão do abate de frangos em Carambeí, usou como justificativa os estoques da empresa e apontou a necessidade de um reequilíbrio operacional, como informou em nota oficial. “A decisão reforça a estratégia já anunciada de manter os estoques em níveis adequados para a operação da companhia, ao mesmo tempo em que priorizará gestão da oferta para assegurar o equilíbrio do sistema produtivo”. Por outro lado, a BRF esclareceu ainda que, neste período, as atividades administrativas, expedição, higienização, manutenção e utilidades serão mantidas na unidade – atividades para as quais são mantidos os outros funcionários que não entrarão em lay off.


Últimas Notícias
RC Coluna 30/07/2019 ás 01:25h
Bom Dia Astral 30/07/2019 ás 01:01h
Campos Gerais 29/07/2019 ás 21:58h
Ponta Grossa 29/07/2019 ás 20:09h
Ponta Grossa 29/07/2019 ás 19:14h
Destaques
Fluidos Positivos
Paulo Coelho
VÍDEOS
Mix
/img/cover/260000/cover_00268815_00.jpg
+ Empregos
+ Bom Dia Astral
+ Romulo Cury
+ Variedades