menu

Preço dos combustíveis atinge maior valor desde novembro

Enquanto em janeiro era possível encontrar gasolina a menos de R$ 4 o litro, preço médio passou para R$ 4,49 em maio

Desde meados de abril, o preço dos combustíveis tem registrado altas semanais em Ponta Grossa. Agora, na segunda semana de maio, por exemplo, o preço da gasolina atingiu o maior patamar desde novembro de 2018, ao beirar o preço médio de R$ 4,50. Em 15 postos avaliados no município, o combustível foi encontrado a R$ 4,29 o litro no lugar mais baixo, e a R$ 4,65 no lugar mais caro. Se comparar com o mês de janeiro, quando alguns postos vendiam o litro da gasolina abaixo de R$ 4,00, há uma variação de 16% na comparação com alguns postos. O preço médio em novembro na cidade era de R$ 4,64. Os números são da Agência Nacional do Petróleo (ANP).

Nas últimas quatro semana, o aumento no valor da gasolina é visível. Se no dia 15 de abril o litro era vendido, em média, por R$ 4,32, na segunda-feira passada, 6 de maio, passou a custar uma média de R$ 4,49, o que representa um aumento de 3,9%. Trata-se de um aumento que não é observado somente no derivado do petróleo. O etanol também acompanhou a alta, com uma elevação percentual ainda maior, na casa de 4,48% - em 15 de abril, o valor médio desse combustível era de R$ 3,12 o litro, o que passou para R$ 3,26 na avaliação realizada no dia 6 de maio. 

Nem mesmo o diesel passou imune ao reajuste desde meados de maio. Em quatro semanas foram três altas, que fizeram o preço médio sair de R$ 3,32, em média, e passar para R$ 3,359. Antes (15 de abril), no lugar mais barato, era possível comprar o combustível por R$ 3,19 o litro, enquanto que agora somente acha a partir de R$ 3,28 (6 de maio). 

Cabe destacar que esses aumentos semanais, nos três combustíveis, não são exclusivos de Ponta Grossa, mas uma tendência estadual. Como observa Hélio Sacchi, presidente da Associação dos Operadores dos Postos de Combustíveis de Ponta Grossa e Região, essa variação é atribuída ao modelo de precificação adotado pela Petrobras. “A gasolina e o diesel acompanham o preço do barril do petróleo no mercado internacional, e também o dólar”, explica o empresário. Como houve aumento em ambos, com o dólar beirando os R$ 4, um novo aumento está previsto para o diesel nesta quinta. “Pode ser poucos centavos, como 4 ou 5, mas o impacto é grande na economia. Com isso, tudo fica mais caro”, conclui.


Etanol começa a ficar mais barato nos postos  de PG

Desde a semana passada, o etanol está com uma tendência de queda, informa Hélio Sacchi. “Os preços já caíram e vão cair mais ainda”, destaca o empresário. O valor já caiu cerca de R$ 0,10 em uma semana, mas deve cair mais, algo próximo desses R$ 0,10. “Os produtores conseguiram pegar tempo bom e a colheita da safra avançou no Centro-Oeste”, informou Sacchi. Com isso, com mais oferta desse combustível no mercado, os preços acabam reduzindo. “As usinas estão baixando e estamos repassando. Até o final dessa semana deve baixar mais, totalizando uma baixa de cerca de R$ 0,20", diz.

Últimas Notícias
Bom Dia Astral 27/05/2019 ás 00:05h
Cotidiano 26/05/2019 ás 19:31h
Destaques
Fluidos Positivos
Paulo Coelho
VÍDEOS
Mix
/img/cover/260000/cover_00261074_00.jpg
+ Empregos
+ Bom Dia Astral
+ Romulo Cury
+ Variedades