menu

Exportações de PG alcançam R$ 2,5 bilhões em 2019

Valor alcançado nesse primeiro semestre se aproxima do total exportado no acumulado de 2018 inteiro (R$ 2,6 bi) 

As exportações ponta-grossenses atingiram a marca de R$ 2,5 bilhões em produtos vendidos em 2019. A marca foi alcançada no final de junho, fazendo com que o primeiro semestre terminasse com US$ 651,24 milhões em produtos comercializados para outros países. Na comparação com o mesmo período do ano passado, o valor somado no primeiro semestre era de US$ 258,5 milhões, ou seja, sequer havia chegado a R$ 1 bilhão. Em números percentuais, isso representa um incremento de 151%. Os números foram revelados nesta quinta-feira (4) pelo Ministério da Economia, Indústria, Comércio Exterior e Serviços.

Embora não tenha crescido na mesma proporção, as importações também tiveram um incremento, de 20,7%, atingindo a marca de R$ 921 milhões no semestre. Com esse resultado, a balança comercial da cidade teve um saldo positivo, fechando com um superavit de R$ 1,57 bilhão, valor que cresceu mais de cinco vezes sobre 2018. Os resultados foram obtidos através de 52 empresas que exportaram para outros mercados, enquanto que houveram 65 empresas que fizeram a importação de produtos. 

Tanto nas importações quanto nas exportações Ponta Grossa ocupa a quinta colocação no Estado. No ranking nacional, nas exportações é a 35ª e nas importações a 79ª. Os R$ 2,5 bilhões exportados correspondem a 7,4% de tudo o que o Paraná comercializou com outros países no período. Nas exportações, o valor alcançado nesse primeiro semestre se aproxima do total exportado no acumulado de 2018 inteiro, quando a marca de R$ 2,63 bilhões foi atingida (US$ 685,6 milhões).

Separando apenas o mês de junho, o valor exportado foi de R$ 436,06 milhões, superior aos R$ 413,7 milhões comercializados em junho. Na comparação com o mesmo mês de junho em 2018, de R$ 109,8 milhões, o valor quadruplicou, e se aproximou de junho de 2017 quando somou R$ 442,4 milhões.

O principal destino das exportações, como bloco econômico, foi a Europa que recebeu R$ 1 bilhão em produtos. Logo na sequência se destacou a Ásia, com R$ 850 milhões comercializados. Para o Mercosul foram destinados cerca de R$ 200 milhões em produtos. Já entre os países, a liderança está com a China, com R$ 353 milhões adquiridos, seguida pela França (R$ 314 milhões) Coreia do Sul (R$ 305,2 milhões) e Romênia (R$ 277,3 milhões).

Soja impulsiona o crescimento 

Entre os produtos, o complexo soja corresponde ao principal item de exportação. Apenas resíduos resultantes da extração do óleo de soja correspondem a 62% de tudo o que foi enviado para o exterior, cerca de R$ 1,5 bilhão. O segundo produto mais exportado também é a soja, em grãos ou já moída, enquanto que o terceiro é o óleo de soja. Juntos os três itens correspondem a 81% do total comercializado a outros países – participação muito maior que a do ano passado, de quase 50%, o que justifica o crescimento das exportações através desse setor.

Últimas Notícias
Campos Gerais 05/02/2021 ás 21:30h
Ponta Grossa 05/02/2021 ás 21:00h
Campos Gerais 05/02/2021 ás 20:04h
Campos Gerais 05/02/2021 ás 19:40h
Ponta Grossa 05/02/2021 ás 19:36h
Ponta Grossa 05/02/2021 ás 19:08h
Campos Gerais 05/02/2021 ás 19:00h
Destaques
Fluidos Positivos
Paulo Coelho
VÍDEOS
Mix
/img/cover/360000/cover_00366078_00.jpg?xid=1042006
+ Empregos
+ Bom Dia Astral
+ Romulo Cury
+ Variedades