menu

Aeroporto Santana tem zera alternância de voos

Investimento de R$500 mil garantiu dois meses sem necessidade de transferir pousos e decolagens

O Aeroporto Municipal de Ponta Grossa Comandante Antônio Amilton Beraldo, o Aeroporto Sant’Ana, quebrou o recorde de período sem alternância de pousos e decolagens com o Aeroporto Internacional Afonso Pena, em Curitiba. O aeroporto ponta-grossense completou mais de dois meses e 32 voos sem necessidade de transferência para a capital do estado. 

A taxa zero de alternância é fruto do investimento em tecnologia e infraestrutura para que o aeroporto tenha mais segurança nos voos que saem e chegam em Ponta Grossa. Em 2018, a pista passou do aeroporto foi ampliada para 1830 metros e deixou de ter restrição para pouso com chuva, além de se tornar apta para receber aeronaves maiores. 

Além da ampliação, o aeroporto recebeu a instalação do Indicador de Percurso de Aproximação de Precisão (PAPI, em inglês), o aparelho permite que os pilotos tenham mais precisão na hora de calcular o ângulo de pouso tanto em condições normais, como adversas de visibilidade. O sistema já está instalado e deve ser homologado pelo Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (Cindacta) no início de agosto.  

O Aeroporto Sant’Ana também teve a atualização da cartografia da região, gerando cartas aeronáuticas mais precisas. A melhoria permite que os pilotos possam operar os voos sob as Regras de Voo por Instrumentos (IFR, em inglês), a nova carta já foi homologada pelo Cindacta, precisando apenas do voo da Força Aérea Brasileira (FAB) para que haja a liberação de uso.   

Somente para a instalação do PAPI e atualização cartográfica foram investidos R$ 500 mil. Para o superintendente do aeroporto municipal, Victor Hugo de Oliveira, as medidas dão mais segurança para a realização de pousos e decolagens, como também aumenta o grau de decisão na compra das passagens.“Os passageiros que viajam a trabalho quando que tem quase 100% de certeza que o voo sairá daqui vão comprar as passagens com certeza. Quando ele vê que tem muita alternância com Curitiba, as vezes ele já prefere comprar o voo saindo de lá”, afirma.

 

Novos destinos

A modernização deve ajudar a aumentar a taxa de ocupação dos voos em Ponta Grossa, argumento que pode ajudar a trazer mais destinos para o aeroporto. “Nós já temos 90% taxa de ocupação lotada nos voos saindo daqui, mas buscamos o 100%. Com isso podemos justificar novos voos e novos destinos. Na última semana de agosto teremos uma reunião com presidente da Azul para oficializar o pedido dos voos para Foz do Iguaçu”, afirma Victor Hugo de Oliveira. Atualmente, o aeroporto municipal opera apenas a rota Ponta Grossa-Campinas, com três voos semanais.

Últimas Notícias
Ponta Grossa 30/07/2019 ás 08:16h
Ponta Grossa 30/07/2019 ás 07:48h
RC Coluna 30/07/2019 ás 01:25h
Bom Dia Astral 30/07/2019 ás 01:01h
Campos Gerais 29/07/2019 ás 21:58h
Destaques
Fluidos Positivos
Paulo Coelho
VÍDEOS
Mix
/img/cover/260000/cover_00269054_00.jpg
+ Empregos
+ Bom Dia Astral
+ Romulo Cury
+ Variedades