menu

Comércio de PG deve ofertar 500 vagas temporárias

Oportunidades temporárias para o final do ano já começam a serem disponibilizadas


Entre os meses de janeiro e agosto, o comércio de Ponta Grossa apresenta um dos melhores desempenhos no âmbito estadual. A pesquisa conjuntural mostra que nestes oito meses as vendas estão 3,4% mais altas, em relação ao mesmo período em 2018, acima da média estadual (1,6%), melhor que outras regiões, como Maringá (1,6%), Oeste (2,5%) e Londrina (-6,7%). 

Tal desempenho destacado, aliado com outros fatores da macroeconomia, como a liberação de recursos do FGTS e os avanços nas reformas em Brasília, que podem trazer maior confiança ao setor empresarial para o futuro, deverão impulsionar as contratações temporárias de fim de ano em Ponta Grossa. Para José Loureiro, secretário municipal de Indústria, Comércio e Qualificação Profissional, e também presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Ponta Grossa, 500 oportunidades devem ser geradas até dezembro. 

“No ano passado foi um pouco baixo, na faixa dos 300. Acredito que esse ano deve beirar os 500 porque os lojistas estão mais otimistas; a entrada do dinheiro do Fundo de Garantia (FGTS) vai dar uma alavancada. E no final de ano sempre vende mais”, reforça José Loureiro. Não bastasse o aumento das vagas temporárias, Loureiro destaca que com a melhora novas vagas definitivas podem ser disponibilizadas. “O temporário pode virar definitivo, dependendo do de como o vendedor contratado se comporta. Pode se sair bem e acabar ficando em definitivo”, completa.

O diretor da Agência do Trabalhador de Ponta Grossa, John Elvis Ramalho, também está otimista com o final deste ano. Somente neste mês de outubro, até o início desta semana, mais de 70 vagas temporárias foram disponibilizadas, neste momento sendo a maior parte para o setor de serviços. Apenas por motivos de comparação, em setembro foram 12 vagas temporárias disponibilizadas. “No ano passado foram cerca de 200 vagas temporárias disponibilizadas pela Agência. Para esse ano esperamos superar; a meta é sempre melhor que o ano anterior, ofertando mais de 100 temporárias em outubro e novembro. O foco agora é no comércio”, ressaltou. 


Interessados podem ir até a Agência do Trabalhador

Antes, os contratos temporários para o comércio geralmente costumavam durar três meses e as contratações ocorriam desde outubro. Contudo, agora elas são contratadas em datas mais próximas, geralmente a partir da segunda quinzena de novembro e o início de dezembro, que é quando começa o horário estendido de atendimento das lojas. “Mas os interessados já podem vir até a Agência. Estamos à disposição, ofertando vagas todos os dias, tanto as efetivas quanto as temporárias”, ressalta John Elvis Ramalho.

Últimas Notícias
Romulo Cury 26/10/2019 ás 00:18h
Ponta Grossa 25/10/2019 ás 21:30h
Campos Gerais 25/10/2019 ás 20:34h
Ponta Grossa 25/10/2019 ás 20:18h
Mix 25/10/2019 ás 20:01h
Destaques
Fluidos Positivos
Paulo Coelho
VÍDEOS
Mix
/img/cover/300000/cover_00300791_00.jpg
+ Empregos
+ Bom Dia Astral
+ Romulo Cury
+ Variedades