menu

Governo trabalha para ampliar pista do aeroporto em mil metros

Pista pode ser ampliada para ambos os lados. Trajeto da PR-151 pode ser alterado ou  construído um túnel sob a ‘nova’ pista, que poderá ter 2.430 metros


O aeroporto Comandante Antonio Amilton Beraldo (Sant’Ana), em Ponta Grossa, poderá contar com uma pista com mais de 2,4 mil metros. Isso tornaria possível a operação de aviões a jato, que hoje não podem descer no município. A possibilidade da ampliação está sendo tratada junto ao Governo de Estado pelo Secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Sandro Alex. A informação foi confirmada na tarde desta quinta-feira (30) pelo superintendente do Aeroporto, Victor Hugo de Oliveira, em uma entrevista ao vivo ao Portal aRede, logo após um evento realizado pela Prefeitura e pela Voepass, que reuniu empresários da região.

  De acordo com Victor Hugo de Oliveira, para que a pista chegue a essa metragem, crescendo mil metros em relação aos 1.430 atuais, seria necessária a ampliação da pista nos dois sentidos, para as duas cabeceiras. “Neste tema estamos debruçados junto com a secretaria de Infraestrutura para ampliar tanto a cabeceira 8, que é a do lado da pista (PR-151), quanto a 26, que é onde há a linha do trem. O secretário Sandro Alex já está trabalhando com essas possibilidades de expansão”, relata o superintendente. 

Enquanto de um lado há a conversação com representantes da Rumo, para que haja a alteração no trajeto da linha, do outro lado há um projeto maior a ser feito. Ele está previsto no projeto de duplicação da PR-151, que encontrar uma alternativa viável para que haja essa expansão da pista. Segundo explica Victor Hugo, há duas opções. “Está no projeto ter um túnel (para que a rodovia passe por baixo da pista do aeroporto) ou então um desvio do trajeto da rodovia para ampliar a pista”, ressaltou Oliveira.

Isso possibilitaria um aumento de 400 metros para a cabeceira 26, e mais 600 metros para a cabeceira 8, que é a ao lado da rodovia PR-151. “Não é algo simples, é algo caro, por isso envolve governo do estado, mas estamos trabalhando para que tenhamos isso também”, completa Victor, ainda explicando sobre a expansão da cabeceira 8.

Embora haja o desejo das duas ampliações, basta que uma delas seja concretizada para que aviões a jato possam operar no município, mesmo que seja os 400 da cabeceira 26, de modo que a pista fique com 1.830 metros. “Se uma delas ocorrer, já podemos operar aviões a jato, seja Embraer ou Boeing, porém com restrição”, concluiu.


Cidade passa a receber três voos diários em fevereiro

A partir desde mês de fevereiro, o Aeroporto Sant’Ana passa a contar com três voos diários a nos dias de semana. Além dos dois realizados pela Voepass, uma operação pela manhã e outra no final da tarde com direção ao aeroporto de Congonhas, em São Paulo, a Azul alterou os horários dos voos para o aeroporto de Campinas (Viracopos) e agora terá voos diários no período da tarde, de segunda a sexta, decolando às 15h35 de Ponta Grossa, aumentando uma frequência semanal – antes os voos eram realizados às 10h40 na segunda, quarta, sexta e domingo. Todos esses voos são operados com aviões modelo ATR-72.

Últimas Notícias
Ponta Grossa 30/01/2020 ás 21:30h
Ponta Grossa 30/01/2020 ás 20:51h
Ponta Grossa 30/01/2020 ás 19:40h
Destaques
Fluidos Positivos
Paulo Coelho
VÍDEOS
Mix
/img/cover/310000/cover_00312108_00.jpg
+ Empregos
+ Bom Dia Astral
+ Romulo Cury
+ Variedades