menu

Fomento PR projeta linhas de crédito para retomada econômica

Portal aRede entrevistou o diretor-presidente Heraldo Alves das Neves que comentou como o banco vem se preparando para o pós-pandemia no painel digital de debates

O Portal aRede e o Jornal da Manhã iniciaram, na tarde desta sexta-feira (4), o painel digital de debates que marcam o lançamento do livro-anuário Caminho dos Campos Gerais, que ocorreu na terça-feira, 1º de setembro. O tema da série é a recuperação econômica com foco no pós-pandemia, convidando cinco lideranças da região e do Paraná para falar quais medidas podem ser adotadas para enfrentar as mais variadas crises.

O primeiro debatedor convidado foi Heraldo Alves das Neves, diretor-presidente da Fomento Paraná, instituição financeira ligada ao Governo do Estado. O gestor citou quais são os principais pontos que o banco tomou em relação a pandemia do novo coronavírus, oferecendo linhas de crédito para municípios e o setor privado. Também, elencou quais medidas foram acionadas nos Campos Gerais e o que se vislumbrar para que o banco possa dar sequência ao pós-pandemia.

“O nosso governador (Ratinho Junior), tão logo ele nos chamou, para que a gente colocasse crédito para manter os negócios do estado do Paraná. Também, nos incumbiu da gente começar a pensar o que nós faríamos, quais seriam as nossas ofertas para retomada da atividade econômica. Então, é uma ação, estratégia, que a gente já vem trabalhando há pelos menos três meses”, comenta o diretor-presidente sobre como o Estado, através da Fomento e outras instituições, vem pensando na recuperação econômica no pós-pandemia.

Dessa forma, o banco adotará medidas para incentivar diversas áreas que geram emprego e renda. A primeira proposta são recursos para municípios aplicarem em desenvolvimento e infraestrutura urbana, o que gera emprego e renda com a longa cadeia que os setores englobam. Soma-se a isso a captação de US$ 118 milhões (cerca de R$ 626,1 milhões na cotação atual) do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para possibilitar estas ações.

Outra ação da Fomento para a recuperação econômica é o olhar para o campo. “Colocaremos, e vai ser importante essa iniciativa em função da vocação econômica em torno do setor agropecuário, em atividade o Banco do Agricultor: é um programa que vai ser trabalhado pela Fomento Paraná e BRDE (Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul), principalmente, no sentido de ofertar créditos subsidiados em parceria também com o Sistema Nacional de Crédito Rural (SNCR) para que possamos focar, basicamente, nos pequenos negócios do campo e também nas pequenas cooperativas agrícolas”, pontua Heraldo.

Para complementar, a Fomento Paraná também estará na linha de frente de incentivo ao setor de tecnologia: financiamento de startups com juro zero, com incentivo a inovação. Conforme explica o diretor-presidente, este tema pode ajudar na recuperação econômica com a empregabilidade de jovens que tem familiaridade com a área.

Painel segue nesta terça-feira

O painel virtual de debates tem sequência nesta terça-feira (8) às 14h com o presidente do Sistema Fiep, Carlos Valter Martins Pedro, que falará sobre a recuperação econômica na indústria dos Campos Gerais e Paraná. Na quarta-feira (9), o painel recebe Juca Sloboda, presidente da Associação dos Municípios dos Campos Gerais (AMCG), também às 14h. Fechando, na quinta-feira (10), o presidente da Fecomércio PR, Darci Piana às 9h30 e o presidente da Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia, às 14h, participam na série de debates.

Últimas Notícias
Ponta Grossa 04/09/2020 ás 23:59h
Esporte 04/09/2020 ás 23:00h
Ponta Grossa 04/09/2020 ás 22:00h
Destaques
Fluidos Positivos
Paulo Coelho
VÍDEOS
Mix
/img/cover/330000/cover_00336807_00.jpg
+ Empregos
+ Bom Dia Astral
+ Romulo Cury
+ Variedades