menu

Investimento da Nissin em PG poderá atingir R$ 1 bi

Fase I deve gerar 350 empregos diretos e outros 100 empregos indiretos. Investimentos na unidade devem atingir R$ 1 bilhão

Ponta Grossa poderá sediar a maior fábrica de alimentos da Nissin Foods do Brasil. A confirmação foi feita em solenidade de apresentação por parte da empresa, na manhã desta terça-feira (22), no Gabinete do Prefeito Marcelo Rangel (PSDB). O evento contou com a participação de diretores da empresa, do prefeito de Ponta Grossa, da vice-prefeita e futura prefeita eleita Elizabeth Schmidt (PSD), do secretário de infraestrutura e logística do Paraná, Sandro Alex e secretários municipais. Ponta Grossa disputa a instalação da fábrica com o município de São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba.

Segundo Yoshihiko Higashide, diretor industrial da Nissin Foods do Brasil, a escolha por Ponta Grossa como uma das possíveis cidades para receber o investimento aconteceu após estudos que tiveram início há quatro anos. "Sobre o projeto da fábrica, iniciamos um estudo em 2016. Até que, no final do ano passado, nos encontramos com Ratinho Júnior para apresentar o projeto e nesta época estávamos procurando terrenos. Neste momento chegamos em um conceito geral que Ponta Grossa é primeiro candidato", diz Yoshihiko.

A previsão da Nissin Foods é de que entre 2021 e 2022 aconteça o licenciamento e início das obras. Em 2023 será vez da produção de macarrão instantâneo. Nesta Fase I, a fábrica de alimentos fará um investimento R$ 350 milhões, gerando 350 empregos diretos, podendo chegar em até 550 empregos, além de outros 100 empregos indiretos. A Nissin espera ter R$ 300 milhões de faturamento bruto ao ano atendendo toda a demanda da parte sul do país e exportação.

A intenção da fábrica é que com a evolução da unidade os investimentos cheguem em quase R$ 1 bilhão, superando a unidade de Ibiúna (SP), que atualmente é a maior fábrica da empresa no Brasil. De acordo com diretores da empresa, as negociações com o Governo do Estado e Prefeitura avançaram e Ponta Grossa deverá ser a escolhida para o investimento. Esta unidade no Paraná será a terceira fábrica da empresa no Brasil e o terreno que poderá sediar a fábrica da Nissin em Ponta Grossa tem 50 mil metros quadrados, e está localizado nas proximidades da DAF, na PR-151. A área seria adquirida pela multinacional japonesa.

Cidade paranaense está na disputa

De acordo com o secretário municipal de Indústria, Comércio e Qualificação Profissional, José Loureiro, apesar da reunião com a apresentação do projeto, nenhum acordo ou protocolo de intenções foi firmado com a empresa ainda. “A empresa tem a intenção de vir para Ponta Grossa, mas eles não confirmaram nada ainda. Nós estamos brigando com São José dos Pinhais. A proposta oficial, com o que eles vão pedir para Ponta Grossa, vai ser só em janeiro”, reforçou Loureiro.

Últimas Notícias
Esporte 16/09/2021 ás 21:27h
Ponta Grossa 16/09/2021 ás 20:30h
Ponta Grossa 16/09/2021 ás 19:17h
Destaques
Fluidos Positivos
Paulo Coelho
VÍDEOS
Mix
/img/cover/390000/capa_00393458_0_202109142258.jpg?xid=1133705
+ Empregos
+ Bom Dia Astral
+ Romulo Cury
+ Variedades