menu

Arrecadação de ICMS na região atinge R$ 1,18 bilhão

Valor recolhido em 2020 foi apenas 1,3% inferior ao registrado em 2019. No estado, retração atingiu 3,4%


O desempenho da economia regional foi superior à média estadual. Um indicador que comprova a informação é a arrecadação de tributos estaduais, em que a região que teve um desempenho melhor do que o registrado pelo Paraná. No decorrer do ano, o valor recolhido de ICMS junto aos 22 municípios abrangidos pela 3ª Delegacia Regional da Receita Estadual somou R$ 1,18 bilhão, montante 1,3% superior ao valor de R$ 1,20 bilhão atingido no decorrer de 2019. Devido à pandemia, a arrecadação estadual registrou uma baixa de 3,4% na comparação com 2019: foram R$ 32,6 bilhões obtidos no ano passado, valor R$ 1,15 bilhão inferior ao ano anterior. 

Ao comparar apenas os dois últimos meses do ano, com os mesmos meses de 2019, houveram altas. Em dezembro, por exemplo, a arrecadação regional cresceu 3,49% ao passar de 113,8 milhões (2019) para R$ 117,8 milhões (2020). Em nota enviada pela delegada da 3ª DRR, Audrey Grubba, há a confirmação de que os Campos Gerais se sobressaíram em relação às outras regiões estaduais. “Em síntese, a 3ª DRR (Ponta Grossa e Campos Gerais), mesmo com a redução da atividade econômica, decorrente da pandemia, teve uma diminuição na arrecadação, nos 10 primeiros meses de 2020, menor do que a redução que ocorreu no restante do Estado do Paraná”, informou.

No Paraná, o Governo do Estado informou que queda é inferior à prevista inicialmente, de -6%, especialmente devido ao resultado da injeção de dinheiro na economia pelo auxílio emergencial do governo federal, boa parte revertida diretamente para o consumo. Os setores de combustíveis e energia apresentaram as maiores quedas nominais de arrecadação de ICMS, com resultados negativos de R$ 648,6 milhões e R$ 426,6 milhões respectivamente. O comércio atacadista, que representa 20% do bolo arrecadatório, fechou o ano com alta de 5,2% na arrecadação de ICMS, enquanto o comércio varejista teve um incremento de 10,1%.


Baixa em PG foi de 1,9% no ano

Em Ponta Grossa, também houve uma retração nos valores recolhidos pelo Estado em ICMS. Nos 12 meses, R$ 830,4 milhões foram pagos, o que representa uma baixa de 1,96% na comparação com os R$ 847,1 milhões de 2019. Ainda assim, foi um montante maior do que o recolhido em 2018 (R$ 796,7 mil). Nas comparações mensais, dezembro foi o melhor mês do ano, 11,2% superior que os R$ 78,1 milhões de novembro (2° maior valor do ano) e 6,6% mais alto que os R$ 81,5 milhões de dezembro de 2019.

Últimas Notícias
Ponta Grossa 13/01/2021 ás 22:15h
Campos Gerais 13/01/2021 ás 20:37h
Destaques
Fluidos Positivos
Paulo Coelho
VÍDEOS
Mix
/img/cover/360000/cover_00363028_00.jpg?xid=1032066
+ Empregos
+ Bom Dia Astral
+ Romulo Cury
+ Variedades