menu

Agronegócio do PR tem recorde histórico de exportações

Em 2019, o agro correspondia a 77,6% das exportações estaduais. Agora, representa 80,9% do total exportado

Mesmo com a pandemia, que impôs uma série de restrições e de desafios logísticos, o agronegócio do Paraná terminou 2020 tendo exportado mais de 28,7 milhões de toneladas. Esse valor é o maior já embarcado na história no Estado, montante 8,6% superior em comparação ao ano anterior. Em uma pauta de exportação bastante diversificada, os produtos agropecuários paranaenses chegaram a 203 territórios ou países – ou seja, praticamente ao mundo todo. Em volume, os principais destaques foram os produtos do complexo soja, carnes, produtos florestais e o complexo sucroenergético.

A curva do histórico de exportações do agro paranaense também chama a atenção. Em duas décadas, o volume embarcado deu um salto enorme, equivalente a 181%, partindo das 10,2 milhões de toneladas comercializadas em 2000. Nos últimos quatro anos, a partir de 2017, o Paraná obteve os melhores desempenhos, com as exportações agropecuárias fechando cada ano acima das 26 milhões de toneladas enviadas a outros países. 

Em relação à arrecadação, o agro paranaense atingiu cifras expressivas em 2020: as exportações do setor ultrapassaram a casa dos US$ 13,2 bilhões – que correspondem a 13,2% do total de embarques do setor brasileiro ao longo do ano passado. Em dólares, o Paraná já havia atingido um patamar mais elevado em 2018, quando as vendas externas totalizaram US$ 14,3 bilhões. Em reais, no entanto – com a cotação média do dólar em R$ 5,15 em 2020, ante R$ 3,65 em 2018 – as exportações do agro paranaense bateram mais um recorde: R$ 68 bilhões. 

“Apesar de ter sido um ano difícil, com pandemia de novo coronavírus, conseguimos manter as nossas cadeias funcionando. Mesmo com os desafios, a produção e a logística não deixaram de funcionar, atendendo a demanda internacional, com qualidade e preço”, afirma o presidente do Sistema FAEP/SENAR-PR, Ágide Meneguette.


Ponta Grossa vai na contramão e reduz a comercialização 

Ao contrário da média estadual, as exportações do agro, originárias de Ponta Grossa, tiveram queda em 2020. A venda de soja e seus derivados (óleos e resíduos resultantes da extração do óleo), que são os principais produtos exportados, e correspondem a 72% das vendas do município ao exterior, totalizaram US$ 747,7 milhões (algo em torno de R$ 3,8 bilhões), valor que representa uma baixa de 19,4% na comparação com os US$ 927,9 milhões (cerca de R$ 4,8 bilhões) comercializados em 2019.


Com informações das assessorias



Últimas Notícias
Campos Gerais 19/01/2021 ás 21:45h
Ponta Grossa 19/01/2021 ás 21:30h
Destaques
Fluidos Positivos
Paulo Coelho
VÍDEOS
Mix
/img/cover/360000/cover_00363643_00.jpg?xid=1034188
+ Empregos
+ Bom Dia Astral
+ Romulo Cury
+ Variedades