menu

PG lidera na geração de emprego no Sul do país em 12 meses

Desde fevereiro de 2020, Ponta Grossa foi a 8ª cidade que mais gerou novas vagas de emprego no Brasil


O município de Ponta Grossa mantém-se como um dos que mais geraram vagas de emprego no Brasil no acumulado de um ano. Números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), apresentado nesta terça-feira (16) pelo Ministério da Economia, apontam que entre fevereiro de 2020 e janeiro de 2021, o saldo de vagas de trabalho geradas é de 5.825. Isso representa o melhor desempenho da região Sul do Brasil e o oitavo melhor resultado nacional.

Os números do boletim mostram que neste período de 12 meses, 40,8 mil pessoas foram admitidas, ao passo que 35 mil foram demitidas no período, resultando o saldo positivo de 5,8 mil novos postos de trabalho com carteira assinada gerados. Com isso, Ponta Grossa atingiu o número de 93,6 mil trabalhadores empregados com carteira assinada, uma alta de 6,63% no estoque de trabalhadores no município.

Entre os municípios brasileiros, o líder é Barueri (SP), com 11.042 vagas criadas, seguido por Manaus (AM), com 11.037 postos gerados. Na sequência aparece a capital de Maranhão, São Luis, com 10,4 mil postos criados. Na sequência aparecem Parauapebas, no Pará (8.392), Serra, no Espirito Santo (6.775); Cajamar, em São Paulo (6.736); e Campina Grande, na Paraíba (6.056). Atrás de Ponta Grossa, apareceu a segunda cidade do Sul do Brasil que mais gerou vagas, Joinville (SC), com 5.801 postos criados em 12 meses, a nona colocada no Brasil.

O setor de construção foi o que criou mais vagas, 4.023 no total, seguido pela indústria, que ampliou o número de contratados em 903 neste período. O comércio abriu 486 vagas de trabalho desde fevereiro de 2020 e o setor de serviços criou 390 novas vagas. A agropecuária também ficou positivada, em 23 novas vagas com carteira assinada 

Na comparação mensal, somente em janeiro de 2021, um total de 742 pessoas foram contratadas. Entre os cinco setores da economia, todos eles geraram vagas no mês. O segmento que mais gerou oportunidades foi o de serviços, com um incremento de 256 postos de trabalho. A indústria aparece logo na sequência, com 216 novas vagas criadas. Outro setor com mais de 200 vagas geradas foi a construção, com 202 novos postos criados. O setor do comércio, que comumente registra demissões em janeiro, das pessoas contratadas de forma temporária, reverteu esse histórico e fechou o primeiro mês do ano com 64 pessoas contratadas, ao passo que a agropecuária criou 4 novas vagas de trabalho.

 

Estadual e nacional

Em âmbito estadual, o Paraná abriu 2021 com um saldo positivo de 24.342 postos de trabalho com carteira assinada. É o quinto melhor resultado do País em janeiro e significa uma expansão de 33,8% em relação ao mesmo mês do ano passado, período pré-crise sanitária, quando foram criados 18.201 empregos. Já em âmbito federal, o Brasil fechou o mês de janeiro com um saldo de 260.353 empregos formais, o que representa o melhor saldo da série histórica para o mês de janeiro no país.

Últimas Notícias
Vamos Ler 17/09/2021 ás 12:00h
Ponta Grossa 17/09/2021 ás 10:54h
Ponta Grossa 17/09/2021 ás 10:41h
Destaques
Fluidos Positivos
Paulo Coelho
VÍDEOS
Mix
/img/cover/390000/capa_00393679_0_202109162213.jpg?xid=1134496
+ Empregos
+ Bom Dia Astral
+ Romulo Cury
+ Variedades