menu

Obras de maltaria em PG começam em setembro

Unidade industrial deverá ser construída nas proximidades da Unidade de Beneficiamento de Leite (UBL) da Unium


A maltaria fruto da intercooperação de seis cooperativas paranaenses deverá ficar em Ponta Grossa. A área escolhida para a construção do projeto fica na região norte da cidade, nas proximidades da Unidade de Beneficiamento de Leite (UBL) da Unium, às margens da PR-151, perto da divisa com o município de Carambeí. As obras no local devem ser iniciadas no segundo semestre deste ano, no mês de setembro, com a previsão de conclusão e início de operações para 2023. As informações são da Secretaria de Estado de Agricultura e Abastecimento (Seab).

O investimento total no projeto será de R$ 1,5 bilhão, com a previsão de que esse aporte possa gerar um faturamento anual de R$ 1 bilhão. A construção será realizada pela união de seis cooperativas, e será liderada pela Agrária, cooperativa sediada em Guarapuava que já tem expertise no assunto, e ainda contará com a participação da cooperativa Bom Jesus, da Lapa, e outras quatro dos Campos Gerais: Coopagrícola (Ponta Grossa), Frísia (Carambeí), Castrolanda (Castro) e Capal (Arapoti).

O aporte será realizado com o apoio institucional do Governo do Estado, por meio do programa de incentivo fiscal, com a perspectiva de gerar 100 vagas de emprego diretas na região, além de movimentar cerca de outros mil postos de trabalho de forma indireta. O investimento irá também incentivar a produção da cevada nos Campos Gerais, surgindo como uma opção para o agricultor nos plantios de inverno, onde o trigo é predominante. 

A área total destinada para o plantio da cevada, que é um dos principais insumos para a produção do malte, especialmente destinado para a produção de cervejas, vai chegar a 100 mil hectares, alcançando outras regiões do Estado. A produção anual de malte estimada é de 240 toneladas, cerca de 15% do volume do consumo atual no Brasil. 

A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa da cooperativa Agrária, que está responsável por abordar esses assuntos com a mídia, e o retorno foi que não houve a confirmação da escolha do área. “Assim que for fechado o local exato iremos comunicar”, informou.


PG consolida Distrito Industrial Norte

O investimento da maltaria irá consolidar o Distrito Industrial Norte de Ponta Grossa. Hoje o local já possui duas fábricas, a da montadora de caminhões DAF e a Unidade de Beneficiamento de Leite da Unium, e além de receber esse aporte das seis cooperativas, ainda receberá a fábrica da Nissin, gigante japonesa na produção de massas alimentícias. A empresa, que negociou a compra de um terreno próximo à DAF, deverá fazer um aporte inicial de R$ 350 milhões no município até 2023, mas que pode chegar a R$ 1 bilhão com o avançar da produção, conforme prevê o projeto da multinacional.

Últimas Notícias
Campos Gerais 26/04/2021 ás 22:00h
Campos Gerais 26/04/2021 ás 21:00h
Ponta Grossa 26/04/2021 ás 20:42h
Ponta Grossa 26/04/2021 ás 20:29h
Ponta Grossa 26/04/2021 ás 20:15h
Destaques
Fluidos Positivos
Paulo Coelho
VÍDEOS
Mix
/img/cover/370000/capa_00375346_0_202104232100.jpg?xid=1071548
+ Empregos
+ Bom Dia Astral
+ Romulo Cury
+ Variedades