menu

Construtora Rottas projeta 2,4 mil casas em Ponta Grossa

Empresa já entregou dois residenciais e tem outros cinco em construção, sendo que dois deles serão entregues neste ano


A Rottas Construtora e Incorporadora, quando concluir todos os projetos em execução em Ponta Grossa, terá 2,4 mil unidades residenciais construídas na cidade, entre condomínios clube fechados e residenciais abertos, em ‘rua’. A empresa chegou na cidade em 2017, e entregou seu primeiro residencial, o Porto Sabiá, no bairro Chapada, em outubro de 2019, com 369 unidades. Nestes quatro anos na cidade, a Rottas lançou mais seis residenciais, e do total de sete empreendimentos, dois já foram entregues, dois serão concluídos em 2021, e outros três serão entregues no próximo ano. 

Por todos os diferenciais apresentados pela empresa, que alia preços acessíveis com grande qualidade construtiva, todos os projetos tiveram grande aceitação do público, e mais da metade deles já tiveram todas as unidades residenciais vendidas. “A Rottas tem em Ponta Grossa 2,4 mil unidades. Mais de 1,7 mil já foram vendidas, e há 600 em comercialização. Isso garante o histórico positivo da empresa, que 95% dos clientes aprovam a qualidade do nosso produto recebido”, garante o CEO da Rottas Construtora, Paulo Folador. “A Rottas preza pela qualidade dos produtos que põe na construção. Escolhe um excelente telhado, a estrutura metálica da cobertura, que nunca precisará manutenção; não tem risco de cupim. Excelente cerâmica, excelentes dobradiças, portas esquadrias, enfim, no sistema construtivo propriamente dito”, completa. 

Folador destacou que a conjuntura econômica atual coloca os imóveis como uma excelente opção de investimento, e que isso trouxe um aquecimento ao mercado imobiliário. O movimento, embora positivo, está trazendo com ele a falta de matérias primas e levando ao aumento no preço desses insumos, e por isso, o CEO destaca que o melhor momento de comprar um imóvel é agora. “Até 2014, com a taxa de juros em 13 ou 14%, era bom negócio deixar dinheiro no banco, mas agora, a 2,75%, ter dinheiro no banco é um mau negócio. Com essa taxa é bom aplicar dinheiro em capital produtivo, e capital produtivo é imobiliário. Com a alta demanda, e a lei da oferta e demanda, os preços subiram: o aço aumentou mais de 100%, e esse custo a construtora não consegue absorver. Portanto, para quem busca uma casa, é boa hora, porque os custos estão subindo e precisam ser repassados”, destacou.

Além de todos os investimentos, Folador destaca o impacto que a Rottas trouxe ao município, não apenas no desenvolvimento de regiões, mas também no investimento de aproximadamente R$ 5 milhões em obras de contrapartida na cidade. “Revitalizamos o horto municipal, que estava em mau estado; fizemos avenidas de ligação, fizemos ou reformamos escolas”, recorda o CEO da construtora.

Todos os detalhes dos empreendimentos da Rottas em Ponta Grossa podem ser acessados no site da empresa, através do endereço meusonhodemorarrottas.com.br.


Empresa registra recorde em vendas em 2021

O CEO da empresa, que também atua em Curitiba e Região Metropolitana e em Guarapuava, ressaltou que devido ao aquecimento do mercado imobiliário, a Rottas teve recorde de vendas no período de janeiro a março de 2021. “O mercado está muito aquecido e superou nossas expectativas. Tivemos, nesse primeiro trimestre, o melhor trimestre da história da empresa, com R$ 50 milhões acumulados em vendas. É um momento que pessoas pararam para refletir a importância de ter uma casa própria”, destacou Folador, na live ao Portal aRede e Jornal da Manhã na tarde desta quinta-feira (29).

Últimas Notícias
Bom Dia Astral 18/09/2021 ás 17:00h
Ponta Grossa 18/09/2021 ás 16:38h
Destaques
Fluidos Positivos
Paulo Coelho
VÍDEOS
Mix
/img/cover/390000/capa_00393853_0_202109172202.jpg?xid=1135144
+ Empregos
+ Bom Dia Astral
+ Romulo Cury
+ Variedades