menu

Cerca de 30% dos contribuintes de PG não declararam o IR

Faltando uma semana para o fim do prazo, menos de três quartos dos contribuintes fizeram a declaração


Termina na próxima segunda-feira, dia 31 de maio, o prazo para o envio da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física de 2021, referente ao ano fiscal 2020. Apesar de faltarem apenas sete dias, a partir desta terça-feira (25), para o término do prazo, cerca de 30% dos contribuintes ainda não prestaram contas ao fisco. Dados revelados pela Delegacia da Receita Federal em Ponta Grossa mostram que, até às 23h59 deste domingo, dia 23, foram recebidos apenas 69% das declarações previstas para Ponta Grossa e 72% das declarações previstas para toda a região abrangida pela delegacia (64 municípios).

A média está próxima à nacional, onde a média de envio é de 73%. No Brasil, são esperadas 32 milhões de declarações, e até o momento, a Receita Federal recebeu 23,38 milhões. Nos Campos Gerais, onde são esperadas 226 mil declarações, e até o momento foram enviadas 161,9 mil; enquanto que em Ponta Grossa, das 71 mil declarações esperadas, a Receita recebeu 48,6 mil. 

Apesar de o prazo da janela de envio ter começado no início de março, e haver um curto período para o envio desse montante que corresponde a mais de um quarto do total, o delegado da Receita Federal em Ponta Grossa, Demetrius Soares, afirma que não é uma situação preocupante. Apesar de recordar que no mesmo período no ano passado esse percentual era inferior a 50%, devido ao prazo de envio ser mais extenso, lembra que é um costume no país os contribuintes enviarem nestes últimos dias, que são os mais movimentados no tráfego de dados da Receita. “Estamos na reta final, mas está dentro do comportamento que o contribuinte apresenta, mesmo, de deixar mais para o final”, antecipa.

Porém, a recomendação é que o contribuinte faça esse envio o quanto antes foi possível, evitando de deixar para o último dia, para ter transtornos. “O sistema da Receita está preparado para receber um grande número de declarações e não tem apresentado problemas. Mas o próprio contribuinte, deixando para a última hora, pode incorrer em erro no preenchimento, ou faltar documento crucial para apresentar a declaração. E com a própria internet o contribuinte pode ter problemas de conexão”, alertou Soares. 


Quem perder o prazo paga multa de R$ 165,74, no mínimo

Quem não enviar a declaração dentro do prazo, precisará pagar multa de, no mínimo, R$ 165,74, ou então de 1% do imposto devido por mês de atraso, limitada em 20%. Mesmo se o contribuinte ter restituição, ele precisará pagar a multa se perder o prazo. “Se o contribuinte calculou que o imposto devido é R$ 12 mil, e foi retido R$ 14 mil, ele vai ter uma restituição de R$ 2 mil. Mas se não entregar no prazo, a multa vai incidir o percentual nos R$ 12 mil, que é o imposto devido. O valor mínimo é esses R$ 165; se o 1% ficar abaixo, por exemplo ser R$ 100, ele vai pagar R$ 165”, explicou, ressaltando que caso o contribuinte não tenha todos os documentos até a data final, ele deve enviar dentro do prazo e fazer uma retificadora assim que tiver todas as informações necessárias.

Últimas Notícias
Ponta Grossa 25/05/2021 ás 21:00h
Ponta Grossa 25/05/2021 ás 20:30h
Ponta Grossa 25/05/2021 ás 20:15h
Vamos Ler 25/05/2021 ás 20:03h
Cotidiano 25/05/2021 ás 20:00h
Campos Gerais 25/05/2021 ás 19:45h
Ponta Grossa 25/05/2021 ás 19:30h
Destaques
Fluidos Positivos
Paulo Coelho
VÍDEOS
Mix
/img/cover/370000/capa_00379205_0_202105242057.jpg?xid=1084714
+ Empregos
+ Bom Dia Astral
+ Romulo Cury
+ Variedades