menu

Engie inicia testes de energização do sistema Gralha Azul

Testes de energização das subestações de de Ponta Grossa e São Mateus do Sul do Sistema de Transmissão Gralha Azul foram iniciados, bem como a linha de transmissão que interliga as duas subestações

Engie iniciou, na manhã deste domingo (18), às 8h, os testes de energização das subestações de Ponta Grossa e São Mateus do Sul do Sistema de Transmissão Gralha Azul. Também começou a ser energizada a linha de transmissão que interliga essas duas subestações. Assim, a empresa faz um alerta, para a segurança de todos, que haja o respeito quanto às restrições aplicadas na área de servidão do empreendimento.

A linha cruza diversos municípios da região dos Campos Gerais e Centro-Sul do Paraná, como São Mateus do Sul, São João do Triunfo, Palmeira, Teixeira Soares e Ponta Grossa. Assim, moradores não devem se preocupar com ruídos diferentes ou faíscas que podem sair das novas linhas de transmissão a partir de agora.

Quanto às restrições aplicadas na linha de servidão, a Engie informa que não será permitido tocar ou subir nas torres, empinar pipa ou soltar balão nas proximidades das torres e linhas, praticar quaisquer atividades que possam incidir em queimadas, como acender fogueiras, e extrair material rochoso do solo. Porém, continua permitido o cultivo de plantações baixas e pastagem; e o trânsito na faixa de servidão, sempre com segurança e respeitando o distanciamento das torres energizadas.

Esse início de operação escalonada em julho segue exatamente o cronograma previsto pela empresa desde o início das obras, em setembro de 2019, e que foi mantido, mesmo com a pandemia e alguns imbróglios judiciais que suspenderam parte da obra por um período de tempo – mesmo com projeto obtendo, desde o início, todas as autorizações, licenças e anuências necessárias à sua implantação junto aos órgãos competentes, chancelando a regularidade dos projetos. 

Conforme planejado desde o início, a previsão é que o sistema seja concluído no próximo mês de setembro, consolidando a instalação de 15 linhas de transmissão, com 2,2 mil torres, distribuídas em cerca de mil quilômetros de extensão, e 10 subestações de energia, sendo cinco novas e cinco ampliações. O valor total investido pela Engie em todo o Paraná no Sistema de Transmissão Gralha Azul é de R$ 2 bilhões.


Aporte em PG supera R$ 200 mi

As obras do Sistema de Transmissão Gralha Azul passam por 27 municípios do Centro-Sul e Campos Gerais, movimentando cerca de cinco mil vagas de emprego. Somente o projeto da subestação em Ponta Grossa recebeu um investimento de aproximadamente R$ 200 milhões. Em um terreno de quase 230 mil m², foi implantado o pátio da subestação (SE), com aproximadamente 62 mil m². Essas dimensões eram necessárias pelo fato de que a SE Ponta Grossa foi constituída por dois setores, um em 525 kV e outro em 230 kV, com um total de 10 transformadores, 14 reatores derivação, dois grupos motor gerador e dois transformadores de serviço auxiliar


Últimas Notícias
Cotidiano 23/09/2021 ás 12:31h
Ponta Grossa 23/09/2021 ás 12:06h
Ponta Grossa 23/09/2021 ás 11:21h
Destaques
Fluidos Positivos
Paulo Coelho
VÍDEOS
Mix
/img/cover/390000/capa_00394391_0_202109222113.jpg?xid=1137198
+ Empregos
+ Bom Dia Astral
+ Romulo Cury
+ Variedades