menu

Mais de 77,2 mil contribuintes enviaram o IR na região

Valor corresponde a quase um terço do total de 240 mil documentos esperados neste ano na região


Mais de 32% das declarações de Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) esperadas pela Receita Federal do Brasil na região já foram entregues pelos contribuintes. Balanço revelado pela delegacia regional da Receita, sediada em Ponta Grossa, que abrange 64 municípios, aponta que das 240 mil declarações esperadas, 77.257 foram enviadas até às 23h59m59 desta terça-feira, dia 5 de abril. No ano passado, esse percentual era menor: 65.334 declarações foram recebidas até o mesmo prazo, valor que representava cerca de 27% das 239,5 mil DIRPF recebidas. O prazo de envio teve início no dia 7 de março e a janela seguiria até 29 de abril, mas foi prorrogado até 31 de maio.

Para o delegado da Receita Federal em Ponta Grossa, Demetrius Soares, trata-se de um valor positivamente inesperado. “Estamos acima do que tínhamos recebido no mesmo período no ano passado – e lembrando que nesse ano começou mais tarde os prazos. Então já recuperamos e ultrapassou. Os contribuintes se anteciparam em maior número e isso está acima das nossas expectativas”, informou Soares. Costumeiramente, dois terços dos contribuintes deixam para enviar suas declarações nos últimos 20 dias do prazo.

Questionado sobre os motivos para isso estar ocorrendo, Demetrius Soares afirmou que a Receita não tem nenhuma explicação oficial para essa tendência. Mas lembra que quem envia a declaração antes, é porque deseja receber antes o dinheiro da restituição. “O fato é que muitos contribuintes correm logo no período inicial para transmitir a declaração, porque eles desejam obter a restituição, àqueles que apuram valores, e receber antecipadamente. Isso é um fato, mas não necessariamente uma explicação para esse fenômeno”, revelou. Depois de pagar a restituição ao grupo prioritário, a Receita Federal prioriza o pagamento aos contribuintes por ordem de envio: quem deixar para os últimos dias, receberá nos últimos lotes. 

O delegado afirma que esse movimento é positivo, pois essa é justamente a recomendação da Receita: evitar deixar de transmitir a declaração nos últimos dias. “Não é aconselhável deixar para a última hora porque embora o sistema historicamente não tenha apresentado nenhum problema, o contribuinte pode enfrentar problemas a transmitir na última hora, por não ter em mãos algum documento, ou mesmo ter problemas de conexão e internet. Quem perder o prazo, já no primeiro dia em atraso, está sujeito a pagar a multa de mora”, conclui


Mais de 11,7 milhões de declarações foram enviadas no Brasil

Ao analisar somente o município de Ponta Grossa, o panorama de entrega da DIRPF está parecido. Até o mesmo prazo, às 23h59m59 de terça (5), a Receita Federal havia registrado 22.744 envios. Em 2021, esse valor era de 19.811. “Isso significa que cerca de 30% da nossa expectativa foi alcançada, enquanto que no ano passado esse valor era menor. Então também está acima do que esperávamos receber no período”, reforçou Soares. No Paraná, até às 11 horas desta quarta-feira (6), tinham sido recebidas 691.550 declarações, de um total esperado de 2,22 milhões (31,1%), enquanto que no Brasil, foram entregues 11,71 milhões de declarações das 34,1 milhões esperadas (cerca de 34,3%)

Últimas Notícias
Campos Gerais 07/04/2022 ás 18:58h
Campos Gerais 07/04/2022 ás 18:50h
Ponta Grossa 07/04/2022 ás 18:16h
Campos Gerais 07/04/2022 ás 17:45h
Ponta Grossa 07/04/2022 ás 17:28h
Destaques
Fluidos Positivos
Paulo Coelho
VÍDEOS
Mix
/img/cover/410000/capa_00417984_0_202204062126.jpg?xid=1216603
+ Empregos
+ Bom Dia Astral
+ Romulo Cury
+ Variedades