menu

Lideranças discutem reforma da Ermida de Vila Velha

Reunião nesta quinta-feira mostra que Igreja e administração do Parque estão interessados em reformar o santuário à Mãe da Divina Graça

Representantes da Igreja Católica e da Soul Eventos, concessionária que administra o Parque Estadual de Vila Velha, se reuniram nesta quinta-feira (10) para discutir a revitalização da Ermida de Vila Velha, santuário em homenagem à Mãe da Divina Graça. O encontro foi organizado pelo vereador Felipe Passos (PSDB), que é intimamente ligado à igreja, e resultou no início dos estudos para um novo plano de ações referentes à estrutura.

Para o representante do Poder Legislativo, a reestruturação do Santuário vai fortalecer os dois lados da conversa. “Sempre foi um sonho do bispo [Dom Sergio Braschi] utilizar esse espaço, e a empresa [Soul Parques] tem interesse grande em trabalhar o turismo religioso junto à Diocese”, disse Passos, que também participou da reunião. O vereador destaca ainda que essa foi apenas a primeira reunião para que todos os interessados pudessem se aproximar e discutir os melhores planos para o santuário.

Segundo Leandro Ribas, gerente geral da Soul Vila Velha, empresa Soul Parques concessionária do Parque Vila Velha, a Ermida faz parte do patrimônio cultural e histórico de Ponta Grossa e deve ser preservada, revitalizada e resgatada como espaço religioso e cultural. A concessionária vê grande potencial na Ermida para o turismo religioso, que tem se desenvolvido cada vez mais no Paraná. Além disso, a Ermida tem potencial para a realização de eventos culturais e religiosos. Mas, para que isso aconteça, faz-se necessário a revisão e atualização do plano de manejo do Parque Vila Velha. Somente após essa revisão, a concessionária apresentará uma proposta concreta para o futuro da Ermida.

“Como eles tem 30 anos de gestão, eles vão poder realizar todas as questões burocráticas em conjunto com o governo do estado e do município”, explica o vereador, lembrando que a reformulação do plano de manejo já excluiu qualquer possibilidade de demolição da ermida. “Eles [administradora] querem realmente utilizar o espaço para que o santuário possa ser esse canal dentro do Parque para o turismo religioso, eles querem que nosso santuário aconteça, seja revitalizado”, resume o parlamentar.

*Igreja deve participar da reforma*

“Nos contaram que pretendem reformar a capela, pediram, inclusive, ajuda da Igreja no acompanhamento da revitalização, em especial, na área interna”, revelou o bispo Dom Sergio Arthur Braschi, que se colocou à disposição para colaborar com o projeto no que for necessário. “Lembramos a todos que a ermida foi uma obra da Diocese de Ponta Grossa, erguida com o apoio de todos católicos e inaugurada em 1979 como presente a cidade à em louvor a Nossa Senhora, lembrada ali como Mãe da Divina Graça”, acrescenta. De acordo com o bispo, os novos gestores ressaltaram a importância da capela e falaram do interesse em utilizar a ermida como atrativo dentro do turismo religioso.

Últimas Notícias
Cotidiano 10/09/2020 ás 23:00h
Ponta Grossa 10/09/2020 ás 21:00h
Ponta Grossa 10/09/2020 ás 20:10h
Destaques
Fluidos Positivos
Paulo Coelho
VÍDEOS
Mix
/img/cover/330000/cover_00337554_00.jpg
+ Empregos
+ Bom Dia Astral
+ Romulo Cury
+ Variedades