menu

Prefeitura deve ter orçamento superior a R$ 1 bi em 2021

Audiências públicas lotam a sede do Legislativo e ganham tom político com proximidade das eleições

A Prefeitura Municipal de Ponta Grossa (PMPG) realizou uma série de audiências públicas nesta terça-feira (29) para prestar contas e apresentar as expectativas financeiras para o próximo ano. As audiências públicas foram realizadas na sede do Legislativo Municipal e serviram primeiro para a apresentação da Lei Orçamentária Anual (LOA), para a apresentação das metas fiscais e também para a prestação de contas das Fundação Municipal de Saúde (FMS). 

Apresentada pelo secretário de Fazenda, Claudio Grokoviski, a LOA prevê um orçamento de mais de R$ 1 bilhão em 2021, além do retorno do Poder Executivo ao chamado ‘limite prudencial’, marca que registra o valor máximo que a Prefeitura pode gastar com o pagamento da folha. Além disso, Claudio apresentou as metas fiscais e destacou o equilíbrio das contas da Prefeitura.

Com a presença de diversos candidatos a prefeito, vice e a vereador, a audiência lotou o plenário da Câmara Municipal pela primeira vez em muitos anos - além de candidatos, várias lideranças políticas estiveram acompanhando a audiência. Com isso, também houve ampla participação de perguntas dos presentes no encontro, respondidas pelos representantes da Prefeitura. 

Durante o encontro, a única unanimidade foi o secretário Claudio Grokoviski, elogiado por lideranças de diferentes orientações ideológicas. A segunda parte da audiência, já com o plenário menos lotado, foi usada para apresentação da prestação de contas da Fundação de Saúde. Neste caso, também houve debate ideológico e discussão entre candidatos e membros da Prefeitura. 

Por sua vez, no Facebook,  Marcelo Rangel (PSDB) usou as redes sociais para criticar os adversários. Tendo como referência as audiências de prestação de contas da Prefeitura, Rangel publicou uma foto em que marca candidatos à Prefeitura que estiveram acompanhando o evento. “Ver os nossos ADVERSÁRIOS , que sempre falaram MAL da gestão,  acompanhando a prestação de contas de final de mandato, não tem preço!”, escreveu.

Rangel destaca avanço nas finanças

Ainda nas redes sociais, Marcelo Rangel destacou o avanço nas finanças do município. “Nossa cidade tem um orçamento recorde de mais de R$ 1 bilhão, passando todas as grandes cidades do Paraná em arrecadação tributária e aumento de PIB, e ainda entregando Ponta Grossa que era uma das 5 cidades mais endividadas do Brasil em 2013. Agora entre as mais ricas do país, dentro do limite prudencial e com potencial de pagamento no conceito máximo…”, escreveu.

Últimas Notícias
Ponta Grossa 30/09/2020 ás 09:27h
Cotidiano 30/09/2020 ás 09:20h
Ponta Grossa 30/09/2020 ás 08:58h
Destaques
Fluidos Positivos
Paulo Coelho
VÍDEOS
Mix
/img/cover/330000/cover_00339850_00.jpg
+ Empregos
+ Bom Dia Astral
+ Romulo Cury
+ Variedades