menu

Cidades da região elaboram planos para volta às aulas

Municípios ainda pretendem definir modelo ideal para o retorno. Decisão ainda depende dos números da Covid

Os municípios dos Campos Gerais iniciaram as discussões a respeito do retorno presencial das aulas. A rede municipal de ensino de Jaguariaíva, por exemplo, está se preparando para o retorno das aulas em formato presencial. 

A previsão é que as aulas sejam retomadas no dia 8 de fevereiro. Os encontros poderão ser presenciais com a metodologia híbrida. A decisão depende dos números da Covid-19 no município e a análise das autoridades de saúde e de educação.

Segundo a prefeita Alcione Lemos, o município receberá os alunos seguindo os protocolos de segurança sanitária contra a Covid-19, fornecendo as orientações para ação segura dos servidores e crianças, além de álcool em gel e uso obrigatório de máscaras. As unidades de ensino municipais devem ter uma estratégia diferenciada, incluindo logística especial de transporte escolar, estrutura das escolas, cuidados com manipulação da merenda, entre outros recursos para retomada das aulas presenciais, se este for o consenso.

Em Piraí do Sul, a decisão a respeito do retorno das atividades presenciais também depende dos índices da Covid-19 no município. “Estamos preparados para atender as duas realidades, seja a continuidade das aulas remotas onde o aluno que está estudando pelo material impresso terá a mesma oportunidade de estudo do aluno que está on-line ou para o possível retorno no sistema híbrido, onde se propõe um revezamento semanal da presença dos alunos nas escolas para que seja possível manter o distanciamento seguro e necessário”, afirmou a secretaria de educação do município em nota enviada ao portal aRede e Jornal da Manhã. “Todo o material de segurança indicado pela Secretaria de Estado da Saúde já foi adquirido para ser disponibilizados para as escolas”, diz o comunicado.

Assim como Jaguariaíva, o setor de educação de Palmeira confirmou a retomada do ano letivo para o dia 8 de fevereiro. “Estamos aguardando as recomendações e orientações da Secretaria Estadual de Saúde. Existe uma grande possibilidade de aderirmos aos modelos híbrido ou escalonado para o retorno presencial. Tudo isso depende de um posicionamento do Estado”, afirmou a secretária de educação de Palmeira, Andrieni Caldas De Paula.


Estado investe em equipamentos

A Secretaria de Estado da Educação e do Esporte investiu R$ 5,9 milhões na compra de materiais de proteção para os mais de 2 mil colégios da rede estadual que se preparam para iniciar o ano letivo com segurança. Até a semana passada, cerca de 95% das escolas do Estado já tinham recebido os itens. Entre os materiais adquiridos estão 21,8 mil galões de 5 litros de álcool em gel, 25,1 mil galões de 5 litros de álcool líquido 70%, 6,9 mil termômetros, 31,7 mil dispensers e 16,3 mil macacões para equipes de limpeza.

Últimas Notícias
Cotidiano 18/01/2021 ás 23:45h
Cotidiano 18/01/2021 ás 22:57h
Campos Gerais 18/01/2021 ás 22:30h
Ponta Grossa 18/01/2021 ás 22:00h
Ponta Grossa 18/01/2021 ás 21:45h
Destaques
Fluidos Positivos
Paulo Coelho
VÍDEOS
Mix
/img/cover/360000/cover_00363416_00.jpg?xid=1033291
+ Empregos
+ Bom Dia Astral
+ Romulo Cury
+ Variedades