menu

Elizabeth vai lançar novo edital para o Mercadão de PG

Prefeita tem na obra do novo Mercado Municipal de Ponta Grossa uma de suas prioridades; novo edital ainda é preparado pelo governo

Envolto em polêmicas há décadas e foco de todos os candidatos nas eleições de 2020, o terreno do antigo Mercado Municipal de Ponta Grossa deve voltar à pauta nos próximos meses. Isso porque a prefeita Elizabeth Schmidt (PSD) definiu como uma das prioridades de sua gestão lançar o novo edital para as obras. O objetivo assumido em campanha é de transformar o espaço, antes problemático, em uma área comercial e de convivência, com serviços, comércio e uma praça.

“Queremos lançar o novo edital o mais rapidamente possível. Aquela região da cidade merece essa melhoria, que vai trazer um forte impacto na qualidade de vida de todos que moram e transitam por aquela área. Infelizmente, o contrato anterior não foi bem-sucedido. Mas estamos superando isso e creio que muito em breve teremos o novo edital”, disse a prefeita. O prédio foi demolido em março de 2019 e, desde então, não houve qualquer tipo de avanço.

O diretor do Departamento de Compras e Contratos da Prefeitura, Marcos Aurélio Dias, explica que o contrato com a Tekla Engenharia foi rescindido unilateralmente por inadimplência por parte da empresa no dia 8 de dezembro. Ele conta que a Tekla responde a um processo administrativo de penalização, que aguarda parecer da Procuradoria Geral do Município. “Além da multa de 10% do valor do contrato, a empresa pode perder a garantia depositada no valor superior a R$ 360 mil e também ficar suspensa por dois anos de participar de outras licitações”, relata Dias.

Ainda não há uma data para o lançamento do novo edital porque o documento ainda está em fase de estudos pela Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Qualificação Profissional. José Loureiro, responsável pela pasta, explica que há a intenção de fazer um projeto muito semelhante ao anterior. “Os termos do edital só precisam ser ajustados no tocante a prazos e obrigações. Precisamos nos precaver, elaborando um edital eficiente que evite problemas futuros”, salienta.

Espaço acumula polêmicas há anos

O Mercadão Municipal foi ‘encampado’ pelo município desde 2009, ainda na gestão de Pedro Wosgrau (PSDB). O espaço foi demolido em março de 2019, já sob supervisão e responsabilidade da Tekla Engenharia. O contrato firmado em 2017 previa a construção da primeira fase do empreendimento em três anos e a entrega inicial aconteceria em 2020. No entanto, com a crise econômica e outros problemas, a empresa não desenvolveu a obra, fazendo apenas a demolição do espaço.

Últimas Notícias
Campos Gerais 09/02/2021 ás 20:45h
Ponta Grossa 09/02/2021 ás 20:30h
Cotidiano 09/02/2021 ás 20:00h
Ponta Grossa 09/02/2021 ás 19:18h
Destaques
Fluidos Positivos
Paulo Coelho
VÍDEOS
Mix
/img/cover/360000/cover_00366644_00.jpg?xid=1043773
+ Empregos
+ Bom Dia Astral
+ Romulo Cury
+ Variedades