menu

Prefeitura de PG estuda criação do auxílio emergencial

Estudo está sendo feito com a Secretaria Municipal da Fazenda para verificar a situação fiscal do município, bem como os cidadãos que estão inadimplentes

O procurador geral da cidade de Ponta Grossa, Gustavo Schemim da Matta, afirmou ao Portal aRede que o município está estudando a implementação de um auxílio emergencial para as próximas semanas. Ainda não há informação se a ajuda será financeira ou em forma de isenções e/ou prorrogações nas contas, nem o público a ser assistido. O motivo do benefício se deve as restrições que vêm acontecendo na cidade ponta-grossense, em decorrência da covid-19, que têm impossibilitado a circulação de pessoas e a liberação total dos serviços comerciais.

Em entrevista ao Portal aRede – assista na íntegra clicando aqui, Gustavo também comentou sobre o novo Decreto Municipal nº 18.797, de 26/03/2021, o qual traz uma flexibilização no comércio da cidade e passa a valer em 29 de março e vai até 11 de abril (todo o documento pode ser lido acessando aqui). Segundo o procurador, as novas medidas foram planejadas e decididas por um conjunto de pessoas. “É uma decisão coletiva, do Comitê Municipal. Isso (análise) vem sendo feito diariamente, com estudos e conversas diárias. Se tudo der certo, no futuro, possamos flexibilizar ainda mais as atividades”, disse Matta.

Auxílio emergencial

O Governo Federal aprovou a retomada de um auxílio emergencial para a população brasileira. O valor entre R$ 150 e R$ 375 deve ser retomado em quatro parcelas, a partir de abril. Alguns governadores, entre eles o representante do Paraná Carlos Massa Ratinho Junior (PSD), solicitaram que essa ajuda seja de R$ 600. Municípios como Maringá (PR), também aprovaram ajuda econômica para seus munícipes.

Questionado sobre a possibilidade de um apoio da Prefeitura Municipal de Ponta Grossa (PMPG), Gustavo afirmou que um estudo está sendo feito e que ele será apresentado nas próximas semanas. “Estamos em análise, com a Secretaria Municipal da Fazenda, fazendo uma pesquisa bem abrangente sobre a situação fiscal da cidade, dos cidadãos e quem está inadimplente”, explicou o procurador do município.

Gustavo também comentou que ainda não há um previsão se a ajuda será financeira ou em forma de isenção e/ou prorrogação das contas, nem qual o público que seria beneficiado com o auxílio.

Esforço coletivo

Ao final da entrevista, o procurado geral da cidade pediu a colaboração das pessoas, pois, se as medidas não forem respeitadas, existe a chance de restrições mais brandas retornarem. “O Decreto, por si só, não se resolve sozinho. É um esforço conjunto. Se for verificado a volta de aglomerações e isso possa aumentar os casos da covid-19 no futuro, é lógico que nos reuniremos e analisaremos se será o caso de tomar medidas mais drásticas”, finaliza, ao também lembrar da importância de seguir os protocolos de segurança da área da saúde.

Últimas Notícias
Campos Gerais 28/03/2021 ás 10:30h
Destaques
Fluidos Positivos
Paulo Coelho
VÍDEOS
Mix
/img/cover/370000/cover_00372049_00.jpg?xid=1061023
+ Empregos
+ Bom Dia Astral
+ Romulo Cury
+ Variedades