menu

CMT aguarda planilha do transporte para análise

Segundo o presidente do ‘Conselho de Transportes’, o documento deverá ser encaminhado pela Prefeitura nos próximos dias

O Conselho Municipal de Transportes de Ponta Grossa se reunirá, nesta quinta-feira (9), a partir das 14h, para tratar de assuntos ligados às atividades do CMT. A reunião acontecerá na Prefeitura Municipal de Ponta Grossa (PMPG), na Secretaria Municipal de Infraestrutura e Planejamento (SMIP). Apesar do encontro, ainda não haverá uma análise sobre o estudo técnico do possível aumento na tarifa do ônibus, que pode saltar para R$ 8,35 – atualmente é R$ 4,30. O documento, com as planilhas do transporte público, ainda não foi encaminhado ao CMT – deve acontecer nos próximos dias.

O estudo que apresentou o valor técnico da tarifa foi realizado pela Autarquia Municipal de Trânsito e Transportes (AMTT) de Ponta Grossa. Caso a tarifa seja aceita pela Poder Executivo, o valor aumentará em 94% - a quantia não é reajustada desde 2019. Agora, a sugestão será analisada pela Comissão de Fiscalização e Avaliação do Transporte Público. Segundo o presidente do CMT, Elidio Carlos Curi de Macedo, “a Prefeitura ainda não enviou a planilha para o Conselho, para fazer as análises”, diz ao Grupo aRede.

Portanto, na reunião desta quinta-feira (9), serão debatidos assuntos internos do CMT, além do convite para o retorno das entidades que saíram do ‘Conselho’. Sobre quando o Poder Executivo poderia enviar as planilhas do transporte coletivo para análise, Elidio afirma que “nesta semana, no máximo na que vem, para ser analisada”. Recentemente, o ‘Conselho’ passou a ser consultivo, após a Câmara Municipal de Ponta Grossa (CMPG) ter aprovado o Projeto de Lei (PL) 141/2021 – mais informações clique aqui.

Por fim, sobre a tarifa técnica apresentada pela AMTT, Elidio explica que o ‘Conselho não tem como se manifestar, sem antes ver a planilha. Nós só poderemos nos manifestar, após a verificação da documentação”, conclui. Para que o novo valor passe a vigorar, existe todo um processo de análise. Começa com a Viação Campos Gerais (VCG), responsável pelo serviço público em Ponta Grossa, que apresenta um pedido de aumento da tarifa.

Na sequência, a AMTT mostra o estudo técnico – R$ 8,35. Assim, a PMPG recebe a proposta e encaminha ao CMT. Em seguida, o Conselho Municipal de Transportes analisa e sugere o valor final. Por fim, o Poder Executivo avalia e decide qual será o custo da tarifa do ônibus.

Prefeita se manifestou contra o valor

Em 3 de setembro, a prefeita de Ponta Grossa, Elizabeth Silveira Schmidt (PSD), se manifestou contrariamente a quantia de R$ 8,35. Segundo ela, “não há a menor possibilidade de se chegar a esse valor”, bem como “uma tarifa nesse patamar tornaria o sistema inviável”, reforçou à época. O vereador Geraldo Stocco Filho (PSB) também comentou, em 3 de setembro, que a quantia é “completamente inviável e irreal”. Além disso, pediu que a líder do Poder Executivo vete o possível aumento.

O cálculo tarifário da AMTT (disponível na íntegra clicando aqui) considera, por exemplo, custos operacionais como combustível, lubrificante, rodagem, peças e acessórios, serviços de terceiros relativos à manutenção, pessoal de tráfego, encargos sociais, uniformes, despesas com terminais, seguros, fundo de assistência sindical, custo de remuneração de diretoria, vida útil da frota e o Índice de Passageiros por Quilômetro (IPK).


Assuntos semelhantes:

'Tornaria o sistema inviável', diz Executivo sobre valor da tarifa.

Stocco pede que prefeita vete aumento no transporte de PG.

Comissão avaliará tarifa do ônibus de R$ 8,35 em PG.

Últimas Notícias
Ponta Grossa 15/09/2021 ás 18:30h
Bom Dia Astral 15/09/2021 ás 18:00h
Ponta Grossa 15/09/2021 ás 18:00h
Ponta Grossa 15/09/2021 ás 17:29h
Ponta Grossa 15/09/2021 ás 17:00h
Ponta Grossa 15/09/2021 ás 16:46h
Ponta Grossa 15/09/2021 ás 16:00h
Destaques
Fluidos Positivos
Paulo Coelho
VÍDEOS
Mix
/img/cover/390000/capa_00393458_0_202109142258.jpg?xid=1133705
+ Empregos
+ Bom Dia Astral
+ Romulo Cury
+ Variedades