menu

Prefeitura mantém adicional de insalubridade de 40% na Saúde

Poder Executivo decidiu pela manutenção do valor até o fim deste em ano, em dezembro; decisão vem após diversos protestos dos profissionais

Após várias manifestações dos servidores da Saúde reivindicando a permanência do adicional de insalubridade de 40% - o valor voltaria a 20%, a Prefeitura Municipal de Ponta Grossa (PMPG) decidiu manter a quantia de 40% até o fim deste ano, em dezembro. A informação foi enviada à Imprensa e confirmada pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Ponta Grossa (SindServ), nesta tarde de sexta-feira (17).

Diante de pressão popular, inclusive da Câmara Municipal de Ponta Grossa (CMPG), o Poder Executivo recuou de sua decisão, a qual voltava o adicional em 20%, alegando que o avanço da vacinação e a diminuição dos casos e mortes pela covid-19, permitiria esse retorno aos valores normais. A prefeita de Ponta Grossa, Elizabeth Silveira Schmidt (PSD), chegou a responder um seguidor do Grupo aRede, via redes sociais, afirmando que os profissionais “não estão em risco neste momento” – acesse a notícia clicando aqui.

Confira abaixo o comunicado enviado à Imprensa:

“Em respeito ao servidor da linha de frente de combate à covid-19 e, e em caráter excepcional e improrrogável, e diante da reivindicação da categoria, a prefeita Elizabeth Schmidt decidiu por manter o pagamento do adicional extra de insalubridade covid-19 a esses profissionais até o mês de dezembro de 2021”.

Entenda a situação

Em 26 de agosto, a PMPG notificou os servidores da Saúde explicando sobre a suspensão do pagamento do adicional de insalubridade de 40% - acesse a notícia do Grupo aRede. Por conta disso, os profissionais organizaram protestos pela cidade ponta-grossense, em 1º de setembro, pedindo a manutenção do pagamento – mais informações aqui.

Por conta do não consenso entre os trabalhadores e o Poder Executivo, uma greve aconteceu em 6 de setembro, e novamente, os servidores solicitaram a continuidade do adicional em 40%, além de melhores condições em seus postos de trabalho – veja a situação na notícia.

Mesmo com as críticas contra a Prefeitura Municipal, a prefeita Elizabeth se manifestou em um vídeo, publicado nas redes sociais da PMPG, pedindo “bom senso” aos profissionais sobre as greves na Saúde. Situação essa que revoltou grande parte dos munícipes – assista a fala da líder do Executivo Municipal acessando aqui.

Por fim, após novos protestos – inclusive em 15 de setembro, no aniversário de 198 anos de Ponta Grossa, a Prefeitura decidiu pela manutenção do valor de 40% até dezembro de 2021.


Assuntos semelhantes:

Servidores da Saúde organizam protesto no aniversário de PG.

Saúde faz novo manifesto na Câmara de Ponta Grossa.

Prefeitura e SindServ buscam acordo na Saúde nesta terça.

Últimas Notícias
Cotidiano 19/09/2021 ás 19:38h
Cotidiano 19/09/2021 ás 18:15h
Destaques
Fluidos Positivos
Paulo Coelho
VÍDEOS
Mix
/img/cover/390000/capa_00393853_0_202109172202.jpg?xid=1135144
+ Empregos
+ Bom Dia Astral
+ Romulo Cury
+ Variedades