menu

Prefeitos da Amcespar trazem novos recursos para a região

Em entrevista concedida ao Portal aRede e Jornal da Manhã nesta quarta-feira (29), o prefeito de Inácio Martins, Junior Benato (PSD), falou sobre as medidas adotadas pela associação em 2021

As cidades que compõem a Associação dos Municípios da região Centro-Sul do Paraná (Amcespar) adotaram uma série de estratégias para potencializar o desenvolvimento ao longo de 2021. A entidade que representa Inácio Martins, Fernandes Pinheiro, Guamiranga, Imbituva, Irati, Mallet, Prudentópolis, Rebouças, Rio Azul e Teixeira Soares procurou estreitar relações com o Estado para qualificar o atendimento em saúde e garantir condições ideais para a retomada econômica.

Em entrevista concedida ao Portal aRede e Jornal da Manhã nesta quarta-feira (29), o presidente da Amcespar e prefeito de Inácio Martins, Junior Benato (PSD), avaliou algumas das ações que foram concluídas. “Mesmo diante das dificuldades, nós não paramos de trabalhar. Desenvolvemos grandes projetos para os municípios, incluindo revisão de planos diretores e projetos estruturais. Foi um ano de planejamento e conquistas”, ressaltou o gestor, que também falou sobre a consolidação da Patrulha Rural na região, que possibilitou mais obras na zona rural.

De acordo com o presidente, o diálogo constante entre os municípios é fundamental, assim como a parceria com lideranças de outras esferas governamentais. “As nossas cidades ainda dependem da chegada desses investimentos federais e estaduais. Um exemplo é a importante obra de ligação entre Irati e São Mateus do Sul, que provavelmente será concluída em 2022”, destacou. De acordo com Benato, o fortalecimento dos Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi outra medida importante que se tornou realidade em 2021.

Neste ano, a Associação também deu o pontapé inicial no programa ‘Paraná Produtivo’. O secretário estadual de planejamento, Valdemar Bernardo Jorge, esteve reunido com os prefeitos no mês de julho para a apresentação da iniciativa. O projeto procura aumentar a produtividade e, desta forma, garantir mais riquezas para a população. No futuro, os prefeitos e a sociedade civil poderão direcionar investimentos, que serão aplicados em estradas rurais; agronegócio; internet no campo; fruticultura; cooperativismo; e outros setores. “Estamos realizando a fase final do diagnóstico que apontará as principais vocações da nossa região. Pretendemos explorar o potencial agrícola e fomentar ainda mais o setor turístico.


Cidades viabilizam novos recursos para custear estrutura

O Estado liberou, entre janeiro de 2019 e agosto de 2021, R$ 51,3 milhões aos dez municípios que compõem a Amcespar. Os recursos, via Secretaria estadual do Desenvolvimento Urbano e de Obras Públicas, viabilizaram obras de pavimentação, construção de edifícios públicos e a aquisição de serviços, máquinas e equipamentos. Inácio Martins realizou 22 ações (R$ 8,8 milhões); Imbituva, 13 (R$ 4,9 milhões); Irati, 12 ( R$ 11 milhões); Mallet, 11 (R$ 3 milhões); Prudentópolis, 18 (R$ 9,9 milhões); Rebouças, 6 (R$ 3,1 milhões); Rio Azul, 5 (R$ 2,6 milhões) e Teixeira Soares, 7 (R$ 3,8 milhões).

Últimas Notícias
Campos Gerais 09/04/2022 ás 07:58h
Ponta Grossa 09/04/2022 ás 07:32h
Mix 09/04/2022 ás 06:30h
Destaques
Fluidos Positivos
Paulo Coelho
VÍDEOS
Mix
/img/cover/410000/capa_00418157_0_202204072117.jpg?xid=1217205
+ Empregos
+ Bom Dia Astral
+ Romulo Cury
+ Variedades