menu

RC Entrevista com Fernanda de Souza Dutra

Nossa diva desse mês é Fernanda de Souza Dutra. A aparência de menina esconde a mulher de 33 anos, advogada bem sucedida que atua num dos maiores escritórios jurídicos da cidade.

Reservada e muito tranqüila, nossa entrevistada do mês vive suas emoções de forma equilibrada e espiritualizada sempre voltada a experimentar a vida com o olhar cheio de singeleza. Dona de um sorriso iluminado, Fernanda é o tipo de pessoa que encanta logo no início de uma conversa. Filha de bancário, depois de residir em várias cidades nossa diva escolheu Ponta Grossa para escrever sua história. A sua desenvoltura para as lentes do midas das imagens, Laertes Soares, só reafirma a mulher forte e empoderada que reside na Fernanda. Lugar de mulher é onde ela desejar estar e a Fernanda reafirma na sua profissão e na vida que ela é do tamanho dos seus sonhos. Confira o ensaio que reúne beleza, delicadeza e força de nossa incomparável Fernanda:

RC - Você é uma jovem mulher profissionalmente realizada, mãe de um jovem e aparenta uma maturidade invejável. A que você atribui seu equilíbrio e sua completude como ser humano?

Fernanda - Acima de tudo ao meu pilar, que é a minha família. É fácil aprender a empatia, o autocontrole e o olhar para si quando isto lhe é ensinado desde o berço e ao longo de toda a vida, com exemplos e com felicidade. Para mim, o equilíbrio vem justamente do autoconhecimento e da empatia, de conhecer e considerar meus limites e capacidades, e, de saber que é necessário considerar também os limites e capacidades dos outros.

RC - Existe um segredo de beleza? Como você se cuida? Você mantém uma rotina de cuidados com a pele e o corpo?

Fernanda - Minha mãe sempre me ensinou a jamais sair de casa sem passar um batom. Mas o que fez realmente diferença foi perceber que o batom, na realidade, era a autoconfiança feminina (ou, utilizando a palavra da moda, o “empoderamento”). Tenho uma natureza mais tímida e tranquila, mas isso não me impede de ter confiança em mim mesma e chegar onde quero. Acredito que manter isto em mente (a confiança em si) é uma das melhores rotinas de beleza que a mulher tem a seguir.

RC - Como foi a escolha pela advocacia? Fala-se muito do papel do advogado na sociedade, como você valoriza sua profissão?

Fernanda - A advocacia me escolheu antes mesmo de eu perceber que a escolhi. Sempre fui uma pessoa muito indagativa e curiosa, e tenho prazer em provar meu ponto de vista, por mim mesma ou em defesa de outra pessoa. Aliado a isto, também sinto grande alegria em ajudar as pessoas, me sentir útil. Ser advogado é isto, e muito mais. O valor do advogado, como profissão, está no que se tem a oferecer, na aliança que se constrói com o cliente para atender ao bem mais precioso que nos é entregue: a confiança.

RC - Como você extravasa suas emoções? Qual é a sua válvula de escape?

Fernanda - Confesso que é difícil para mim extravasar minhas emoções. Tirando meus familiares e meu círculo mais íntimo, tenho esta tendência de permanecer voltada para dentro, um mundo particular. Como válvula de escape uso os livros, música, passar o tempo com a família, ver paisagens, assistir o pôr do sol. Coisas pequenas e corriqueiras, mas é justamente sua simplicidade que me faz bem.

RC - Embora o número de advogados (449.594 mil) e advogadas (502.630) sejam muito próximos, o espaço na área do Direito ainda é dominado pelos homens. Você acredita que essa realidade da mulher advogada possa mudar nos próximos anos?

Fernanda - Espero que mude para melhor. Nós, mulheres, viemos conquistando nosso espaço à custa de muito esforço, determinação e competência. Mesmo assim, ainda hoje ser mulher advogada é sinônimo de ter que mostrar mais e melhor sua personalidade e capacidade profissional, pois, não raro, a feminilidade é confundida com fraqueza e a aparência é atrelada à inteligência. Acredito sim que a tendência é que isto se amenize como vem ocorrendo nos últimos anos, mas, para isto, não podemos esquecer jamais todo o caminho que foi percorrido para chegarmos onde estamos.

RC - Como moradora da cidade de Ponta Grossa você deve observar na cidade uma série de oportunidades. O que no seu olhar é um ponto alto da cidade e o que você acredita que deve ser melhorado?

Fernanda - Ponta Grossa é uma cidade em crescimento e oferece oportunidades em muitas áreas. Nossos profissionais têm buscado cada vez mais a excelência, oferecendo inovações, produtos e serviços de alta qualidade, tudo sem perder de vista a preocupação e a proximidade com o cliente. Como resultado temos uma cidade onde é possível encontrar produtos e serviços de alto padrão com um atendimento diferenciado, de familiaridade, zelo e cuidado. Aliado a isto, a preocupação com o patrimônio natural, cultural e histórico torna a cidade ainda mais rica. Sempre podemos melhorar, mas estamos em um bom caminho.

Diretas:

Um lugar: Fazenda Cuiabá (uma propriedade rural)

Uma cena inesquecível: o nascimento do meu filho

Um arrependimento: vida mais sedentária

Uma música: Dust In The Wind - Kansas

Um filme: Coração Valente

O que faz o coração bater: afeto verdadeiro

O que te deixa triste: violência

Uma frase inspiradora: “As palavras têm o poder de ferir e de sarar. Quando elas são boas, têm o poder de mudar o mundo.” - Buda

Últimas Notícias
RC Coluna 28/09/2019 ás 00:07h
Destaques
Fluidos Positivos
Paulo Coelho
VÍDEOS
Mix
/img/cover/280000/cover_00286968_00.jpg
+ Empregos
+ Bom Dia Astral
+ Romulo Cury
+ Variedades