menu

Paraná supera SP e deverá ter o 2º maior VBP do país

Estimativa é de que agropecuária cresça 9,95% no Paraná e feche o ano com um Valor Bruto de Produção de R$ 88 bilhões


Pela primeira vez na história as riquezas produzidas no campo no Paraná irão superar os valores registrados em São Paulo, atingindo a segunda colocação no ranking nacional. Essa é a previsão para 2020 do Valor Bruto de Produção (VBP), que contabiliza o montante gerado da produção agrícola e pecuária dos estados brasileiros, divulgada nesta segunda-feira (20), pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). Conforme o levantamento, o Paraná deverá registrar um VBP de R$ 88,02 bilhões neste ano, enquanto que São Paulo deverá ficar com R$ 86,56 bilhões. No ano passado, os valores registrados foram de R$ 77,09 bilhões e R$ 79,39 bilhões, respectivamente.

Para o Paraná, esse é o maior valor já registrado, superando em cerca de 10% os R$ 80,05 bilhões registrados em 2016, o mais alto para um ano no Estado. Com isso, o Estado tem participação de 12,8% em toda a produção agropecuária nacional. O Paraná segue a tendência brasileira, cujo valor deverá atingir R$ 689,97 bilhões, superando o recorde registrado no último ano, de R$ 641,3 bilhões. Em âmbito nacional, o crescimento é de 7,6%, mesmo diante dos reflexos da pandemia do coronavírus (Covid-19).

A pecuária deve ter o segundo ano consecutivo de bons resultados, com crescimento previsto de 6,7% (R$ 236,6 bilhões), e as lavouras, com 8,3% de alta (R$ 453,3 bilhões), destacando-se as produções de milho, soja e café. A Secretaria de Política Agrícola, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, destaca que, com exceção do milho de segunda safra, a safra de grãos "encontra-se praticamente encerrada no primeiro trimestre". "Observou-se, ainda que o sistema de distribuição de grãos vem ocorrendo satisfatoriamente”, informam os técnicos, ressaltando que os entrepostos têm sido também abastecidos regularmente com produtos hortigranjeiros.

No Brasil, a maior produção é de soja, que irá gerar R$ 159,2 bilhões em riquezas, o que representa 23,1% do VBP nacional. Ela é seguida pelo milho, com R$ 76,1 bilhões (11%) e pela cana de açúcar, com R$ 62 bilhões (9%). Já na pecuária o destaque é dos bovinos, com R$ 102,2 bilhões, o segundo principal produto do agronegócio nacional, com 14,8% do VBP, enquanto que o frango irá gerar R$ 66,7 bilhões em riquezas (9,7% do total). As lavouras representam 65,7% do VBP (R$ 453,2 bilhões), enquanto que a pecuária 34,3% (R$ 236,6 bilhões).


Produção agrícola cresce no Estado

No Paraná, o boletim da primeira estimativa de safra, divulgado pela Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento (Seab), através do Departamento de Economia Rural (Deral), aponta que a produção de grãos no Paraná poderá chegar a 41,2 milhões de toneladas nesta safra 2019/2020. Seconfirmado, será a segunda maior da história, atrás apenas dos 41,7 milhões colhidos na safra 2016/2017. Nos Campos Gerais, na safra de verão serão colhidos 3,32 milhões de toneladas de soja, milho e feijão, incremento de 13% sobre os 2,94 milhões de toneladas da safra anterior. Na soja, com média de produtividade de 4.011 quilos por hectare, serão colhidas 2,23 milhões de toneladas.

Últimas Notícias
Campos Gerais 22/04/2020 ás 19:20h
Ponta Grossa 22/04/2020 ás 19:12h
Campos Gerais 22/04/2020 ás 19:03h
Cotidiano 22/04/2020 ás 19:00h
Cotidiano 22/04/2020 ás 18:40h
Campos Gerais 22/04/2020 ás 18:20h
Destaques
Fluidos Positivos
Paulo Coelho
VÍDEOS
Mix
/img/cover/320000/cover_00321249_00.jpg
+ Empregos
+ Bom Dia Astral
+ Romulo Cury
+ Variedades