menu

Investimento em pecuária tem solidez e garante alto retorno

Modalidade de investimento na pecuária bovina, ofertada na região dos Campos Gerais, garante lucro de 27% no período de 18 meses

A modalidade de investimento no setor pecuário ganha força no país pela garantia de retorno e alta rentabilidade. Bastante difundida na região Centro-Oeste e Sudeste brasileiro, essa modalidade começa a chegar ao sul e se destacar como uma alternativa às aplicações financeiras. Na região dos Campos Gerais, esse investimento, no ramo de gado bovino, pode ser feito com retorno garantido de 27% no período do contrato, de 18 meses. O diferencial é que não se trata de arrendamento, mas sim uma modalidade de investimento, em que o interessado apenas entra com o capital investido, e o pecuarista realiza todo o trabalho de campo, de criação e engorda.

Quem iniciou essa modalidade em 2019, e, com o êxito, está abrindo para toda a região, é o pecuarista ponta-grossense Nelson Ferreira, que trabalha neste ramo desde a década de 1980. Ele possui uma fazenda de 1.280 hectares na região de Prudentópolis, a 170 quilômetros de Ponta Grossa, onde será realizada essa modalidade, para a criação de gado bovino: o parceiro (investidor) entra com o dinheiro, e o pecuarista faz a aquisição das matrizes, em um contrato de 18 meses, que é o tempo necessário para a monta, gestação e desmame das crias. Ao final do prazo, o investidor não recebe a cria, e sim o seu valor em dinheiro, e mais o lucro, em valores atualizados, tudo depositado na conta corrente.

“Essa é uma modalidade para quem tem simpatia com a pecuária, mas não tem terra e não tem conhecimento, então investe dinheiro”, resume Edson Mainardes, o advogado do empreendimento. De acordo com ele, há inúmeros diferenciais, que garantem a solidez desse investimento. “Nesse período tem o retorno certo, a garantia do lucro de 27%, calculado sobre o valor investido, e o diferencial maior é que o contrato entre pecuarista e investidor tem a garantia real hipotecária, registrada em cartório”, completa Mainardes, lembrando que o capital investido e o lucro têm o valor atualizado na cotação do dia da arroba do boi, com base no site especializado ‘Scot Consultoria’. Apenas por motivos de comparação, a poupança hoje está rendendo menos de 3% ao ano.

O investimento, explica Mainardes, é dividido em cotas. Cada cota, com duas matrizes, tem o custo de aproximadamente R$ 9 mil (o valor inicial exato varia de acordo com o valor da arroba no site Scot Consultoria). Para fazer parte, cada investidor deverá adquirir o mínimo de 5 cotas (ou seja, cerca de R$ 45 mil), o que significa que ao final do prazo, o valor recebido será de, pelo menos, R$ 57 mil. No total, estão sendo ofertadas 100 cotas de investimentos, o que corresponde a 200 matrizes.

 

Visita à fazenda pode ser agendada

O contrato é feito diretamente entre o pecuarista e o investidor, não havendo intermediários, para o retorno ser maximizado. O início do projeto está previsto para ocorrer entre meados de agosto e o mês de setembro deste ano, e os contratos já podem ser iniciados, com o pagamento podendo ser feito até o mês de agosto. Os investidores interessados podem agendar uma visita à fazenda. “Quem se interessar, e quiser conhecer o empreendimento, pode agendar de fazer uma visita na fazenda, para conhecer o projeto in loco e ver a solidez do negócio”, destaca Mainardes. Mais informações podem ser obtidas através do telefone (42) 99972-2230, ou então pelo e-mail: regulariza.imó[email protected]


As informações são da assessoria de imprensa

Últimas Notícias
Ponta Grossa 18/09/2021 ás 07:35h
Bom Dia Astral 18/09/2021 ás 07:00h
Mix 18/09/2021 ás 06:30h
Mix 18/09/2021 ás 05:00h
Ponta Grossa 17/09/2021 ás 20:46h
Destaques
Fluidos Positivos
Paulo Coelho
VÍDEOS
Mix
/img/cover/390000/capa_00393853_0_202109172202.jpg?xid=1135144
+ Empregos
+ Bom Dia Astral
+ Romulo Cury
+ Variedades