menu

Mudanças nos hábitos estão mais evidentes no mundo da Moda

Confira a Coluna dessa semana do mundo da Moda com Silvana Hass

A moda está vivendo a era da velocidade, seu papel ainda é uma forma de consolidação da individualidade contemporânea, uma vez que funciona como agente de comunicação e importante ferramenta de construção da identidade humana.

A reutilização de recursos vem se tornado uma parte intrínseca da nossa linguagem cotidiana. O percurso da moda, como fenômeno cultural influenciado por acontecimentos sócio históricos, como guerras e movimentos culturais e artísticos, sempre teve sua própria evolução seguida de grandes inovações, porém 2020 fica marcado pela preocupação com meio ambiente e a pandemia que atingiu não apenas o Brasil e sim o mundo.

O mercado da moda também não se isola a um determinado país mesmo com tantas diferenças culturais é um fenômeno mundial. No entanto é marcado por regras estabelecidas e essas regras sofrem como um abalo sísmico inesperado. O que vamos chamar depois de anos de transformações históricas. O homem neste contexto tem um papel fundamental de “objeto” de estudo essencial para cada caso, já que na maioria das vezes é na indumentária que podemos observar essas mudanças, suas implicações, sua subjetividade e como ou aquele momento afetou a sociedade.

Estamos findando o ano de 2020 que ganha o status de fonte histórica, trazendo evidências e representação dos aspectos da moda, como estilo, tendência, design, forma e cor, e passa a agir na justaposição do historiador como pesquisa para os próximos anos.

Roupas transmitem sentidos, economia, expectativas, efeitos simbólicos e comportamentos. Proporcionando a reflexão, principalmente, sobre as várias questões envolvidas no comportamento humano e esta união entre homem: “História e Moda” se estabelece o cenário do mais sensíveis identificadores o da “linha do tempo”.

Agora como serão os próximos anos? O que esperar do ano de 2022 de 2023... estes visivelmente serão os primeiros elementos da chamada “cultura material”.

Já é perceptível que 2020, especialmente entre as classes mais abastadas, as mudanças de comportamento em relação aos períodos anteriores. Atualmente não apertamos mais a cintura com corpetes, mas a busca é pela liberdade de pensamentos e movimento. Temos o início da transformação onde já podemos afirmar que a pandemia trouxe sua consolidação de liberdade, a famosa moda da mesmice, retida na lentidão tradicional, que ainda insistia nos dress code perfeito fica para traz. O mercado se volta na mesma velocidade da internet, com novas construções e valores, para garantir o fator comercial do segmento tão importante para a economia mundial, com passos acelerados na globalização, na variedade de produtos para durar o que deve moldar os hábitos de consumo nos próximos anos. Mas o que comprar agora existe ainda tendências? Sim.

É certo que roupas com tecidos e cortes confortáveis, ou seja, loungewear porém estilosas serão as mais procuradas durante o ano de 2021/22 assim como marcas que priorizem a sustentabilidade, marcas que primam por um respeito maior ao meio ambiente e pelas pessoas envolvidas nos processos de produção. 

Finalizo aqui hoje que suas compras agora já não dependem definitivamente do certo ou errado e sim do seu estilo pessoal o mundo mudou e a moda valorizou ainda mais o seu público respeitando a individualidade de cada um de nós. 

Últimas Notícias
Esporte 18/01/2021 ás 19:29h
Campos Gerais 18/01/2021 ás 19:20h
Ponta Grossa 18/01/2021 ás 19:00h
Ponta Grossa 18/01/2021 ás 18:30h
Cotidiano 18/01/2021 ás 18:30h
Ponta Grossa 18/01/2021 ás 17:57h
Destaques
Fluidos Positivos
Paulo Coelho
VÍDEOS
Mix
/img/cover/360000/cover_00363416_00.jpg?xid=1033291
+ Empregos
+ Bom Dia Astral
+ Romulo Cury
+ Variedades