menu

Coluna 'Trilha da Fé': O amor pelo anúncio da Palavra de Deus

Trazendo o amor, ensinamentos e compaixão de Cristo a todas as pessoas”. Com esta filosofia de vida, os missionários verbitas construíram uma íntima relação com Ponta Grossa desde os primórdios da Diocese. A Sociedade do Verbo Divino (Societas Verbi Divini, SVD), fundada em 8 de setembro de 1875, pelo padre alemão Santo Arnaldo Janssen (canonizado pelo papa João Paulo II, em 2003), é uma comunidade missionária com o propósito do anúncio da Palavra de Deus, da criação de novas comunidades do Povo de Deus e a promoção do crescimento e a união entre si e com a Igreja inteira. Os dois primeiros missionários verbitas chegaram ao Brasil em março de 1895, pelo porto de Vitória (ES).

Após a chegada ao Brasil, os missionários já tinham representantes atuando nos estados do sul do país. Em Ponta Grossa, a presença da Congregação do Verbo Divino ocorreu em 1903, com a vinda do padre Luiz Berger para ajudar na paróquia Sant’Ana e também colaborar no estabelecimento de uma escola que deveria garantir a educação religiosa das crianças. Esta instituição foi concluída em 1910, denominada Colégio São Luiz. A construção contou com o auxílio do experiente arquiteto verbita, padre João Beckert, da Argentina. A época a nova edificação, com planta de três andares, foi considerada como um dos prédios mais belos de Ponta Grossa.

O primeiro bispo da Diocese de Ponta Grossa, Dom Antônio Mazzarotto, pouco depois de assumir o bispado, em 1930, confiou aos sacerdotes da SVD os serviços religiosos da Paróquia Sant’Ana - futura Catedral - das capelas do Divino Espírito Santo, do Rosário, entre outras. Em 1940, foi fundado o Seminário Verbo Divino, localizado na Colônia Dona Luiza, onde passaram mais de 1200 alunos durante o período em que esteve em atividade. Em 2009, o local foi adquirido pelo Governo do Paraná, tornando-se Centro de Educação. No ano de 1942, outra reforma promovida por dom Antônio retirou os padres verbitas da Paróquia Sant’Ana. No entanto, a criação da Paróquia Nossa Senhora do Rosário, no mesmo ano, foi confiada a eles, que a administram até os dias de hoje. O primeiro pároco foi Antônio Klein (1942-1944).

Em 1975, por ocasião do centenário de fundação da SVD, o então prefeito de Ponta Grossa, Amadeu Puppi, presenteou os missionários com uma placa de bronze (FOTO), que ficava localizada no Seminário Verbo Divino. A placa foi preservada pelo padre Edvino Sicuro e se encontra atualmente na Sala da Memória na Casa Provincial, em Curitiba. O protagonismo dos verbitas na Diocese foi muito além, com atuação em outras comunidades e cidades, amparado pela célebre frase do seu fundador ‘o anúncio do Evangelho é a maior prova de amor ao próximo’. Atualmente, são sete padres e um religioso verbita em Ponta Grossa, entre as paróquias Nossa Senhora do Rosário e Espírito Santo e a Casa Missionária. As religiosas do Convento Nossa Senhora do Cenáculo e as Servas do Espírito Santo pertencem a congregações fundadas também pelo padre Arnaldo Janssen.

 

FONTE

- MC GOVERN. Joseph Patrick (SVD). A Fertilidade de Canaã: A história da Congregação do Verbo Divino (SVD) no Brasil. Juiz de Fora: 1975

- BACH, Francisco e SNIEGOVISK, José ORG. Cinquentenário 1926 - 1976. Diocese de Ponta Grossa. Ponta Grossa: Gráfica Vicentina, 1976.

- Padre Edvino Sicuro SVD

 

Últimas Notícias
Esporte 16/09/2021 ás 21:27h
Ponta Grossa 16/09/2021 ás 20:30h
Destaques
Fluidos Positivos
Paulo Coelho
VÍDEOS
Mix
/img/cover/390000/capa_00393679_0_202109162213.jpg?xid=1134496
+ Empregos
+ Bom Dia Astral
+ Romulo Cury
+ Variedades