menu

Prefeitura terá assessoria para produtores

Linhas de crédito e serviços oferecidos pelo Banco do Brasil foram apresentadas em reunião com equipe técnica da Secretaria

Na tarde desta terça-feira (23), o Banco do Brasil apresentou para os representantes da Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SMAPA), o Plano Safra 2019-2020. Na ocasião, foram informadas as taxas de juros para as linhas de crédito deste ano e outros serviços oferecidos pelo banco para os produtores rurais. O Plano Safra é a disponibilização pelo Governo Federal de um montante de recursos financeiros para serem utilizados no crédito rural. Somente no Paraná, serão mais de R$ 12 milhões disponibilizados.

O objetivo do encontro foi conhecer as estratégias de fortalecimento da agricultura familiar no município. Foram apresentadas para a equipe técnica da SMAPA as propostas de linhas de créditos disponíveis pela instituição bancária; formas de atendimento e atuação do banco no município e demandas e projetos da Secretaria. Os recursos do Plano Safra podem ser utilizados por produtores rurais para custeio de lavouras, investimentos na propriedade, como construção de barracões e para compra de maquinários para modernização da atividade.

De acordo com o secretário interino da SMAPA, Bruno Costa, apesar do crédito rural ser disponibilizado pelo banco, a Secretaria realizará o assessoramento dos produtores interessados na liberação dos recursos. “Daremos a assistência para que os produtores façam melhor uso do crédito a partir do planejamento estratégico e de análise de custos, contribuindo para que eles possam identificar as melhores culturas quem tragam maior rentabilidade de investimentos, de acordo com as condições climáticas da região”, afirma.

Segundo o Banco do Brasil, as taxas de juros do Plano Safra 2019-2020 foram mantidas em níveis que permitem o apoio ao produtor rural. O programa tem validade até 30 de junho de 2020. Sobre o custeio, comercialização e industrialização, pequenos produtores (Pronaf) têm taxas de 3% a 4,6% ao ano; médios produtores (Pronamp) taxas de 6% e demais produtores, valores de 8% no período. Já nos programas de investimentos, os valores variam de 3 a 10,5% ao ano.

Os produtores rurais interessados no assessoramento devem procurar a Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, no quarto andar da Prefeitura de Ponta Grossa, ou pelo telefone 3220- 1246. 

Com informações da Assessoria

Últimas Notícias
Esporte 27/07/2019 ás 18:49h
Cotidiano 27/07/2019 ás 18:03h
Ponta Grossa 27/07/2019 ás 17:44h
Ponta Grossa 27/07/2019 ás 16:05h
Destaques
Fluidos Positivos
Paulo Coelho
VÍDEOS
Mix
/img/cover/260000/cover_00268815_00.jpg
+ Empregos
+ Bom Dia Astral
+ Romulo Cury
+ Variedades