menu

Rede hoteleira aposta em eventos para aquecer o setor

Hotéis passam por baixa taxa de ocupação em Ponta Grossa. Eventos dariam fôlego para o setor 

Um dos principais setores do turismo, o de hotéis, espera que a chegada de eventos melhore as perspectivas do mercado para 2019. Atualmente, os hotéis ponta-grossenses passam por um período de ocupação baixa, enquanto novos empreendimentos devem chegar para ampliar a oferta de leitos de hospedagem. 

O baixo movimento já começou a afetar alguns dos estabelecimentos do setor. Em 2019 os hotéis Schafranski e São Marcos, tradicionais de Ponta Grossa, tiveram de encerrar as atividades. O presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares dos Campos Gerais (Shrbs), Daniel Wagner, comenta “A taxa de ocupação de hotéis em Ponta Grossa está bem baixa. Nós tivemos dois hotéis tradicionais que fecharam as portas em 2019, é reflexo disso”, explica. 

A chegada de novos empreendimentos, como o Hotel Ibis e o Ramada Encore Ponta Grossa deve impactar o setor com novas contratações e uma mudança nos serviços oferecidos. “Para abrir os hotéis eles deverão criar suas equipes. Nós esperamos que o mercado cresça e a gente consiga manter essas pessoas empregadas. Falando do caso do Ibis, ele traz um modelo de hospedagem é tudo pago a parte. Pode ser que isso induza os outros hotéis da região a oferecer esse modelo”, avalia Daniel Wagner. 

Uma preocupação do presidente sindical é que Ponta Grossa passe por uma superoferta de leitos em Ponta Grossa e acabe migrando para um cenário parecido com o que aconteceu em Salvador e Belo Horizonte.  “Salvador e Belo Horizonte tiveram uma superoferta de hotéis, com vários fechamentos ou transformações em edifícios residenciais e comerciais. É temerário, a gente espera que o mercado cresça para abraçar todos os hotéis”, afirma Wagner. 

Uma solução apontada para aquecer o mercado é a promoção de mais eventos para somarem ao turismo de negócios no município. No calendário Ponta Grossa e Região tem o Festival Nacional de Teatro Amador (Fenata), a Feira Paraná em conjunto com a Exposição Feira Agropecuária e Industrial de Ponta Grossa, a Expo&Flor e a Agroleite, em Castro. 

Daniel afirma que o maior incentivo aos eventos trará benefícios não só ao setor hoteleiro, mas a todo o turismo na região. “É preciso fomentar a cidade para que possamos receber mais eventos. Nós esperamos que esses eventos conjuguem os quatro verbos do turismo: ‘comer, dormir, comprar e visitar’. O ideal é que as pessoas ganhem dinheiro nas suas cidades e venham gastar esse dinheiro aqui”, conclui. 

Últimas Notícias
Ponta Grossa 31/07/2019 ás 10:45h
ao vivo 31/07/2019 ás 10:35h
Esporte 31/07/2019 ás 09:45h
Ponta Grossa 31/07/2019 ás 09:44h
Ponta Grossa 31/07/2019 ás 09:21h
Destaques
Fluidos Positivos
Paulo Coelho
VÍDEOS
Mix
/img/cover/260000/cover_00269226_00.jpg
+ Empregos
+ Bom Dia Astral
+ Romulo Cury
+ Variedades