menu

Balança comercial de PG atinge maior valor da história

Total movimentado superou R$ 4,6 bilhões. Importações atingiram valor recorde em 2021 e as exportações registraram um aumento no último mês de maio


O município de Ponta Grossa registra, neste ano de 2021, um valor recorde histórico de movimentação de produtos com outros países. Somando as exportações, que atingiram R$ 2,63 bilhões entre janeiro e maio de 2021, com as importações, que chegaram a R$ 2,05 bilhões neste período, a balança comercial (corrente) da cidade somou R$ 4,68 bilhões nos cinco primeiros meses do ano. Esse valor é 51,6% superior aos R$ 3,09 bilhões somados no ano anterior, e 7,6% superior ao recorde anterior, que foi registrado em 2008, quando o total atingiu R$ 4,35 bilhões. Nos últimos 10 anos, o maior valor anterior tinha sido os R$ 4,27 bilhões de 2017 – o que representa que o montante atual foi 9,7% superior. 

A principal justificativa para esse alto valor é o crescimento das importações registradas pelo município, que também registraram recorde histórico neste mesmo período em 2021. Os R$ 2,05 bilhões são bastante superiores ao recorde anterior, 76% maior que o valor de 2015, quando foram importados R$ 1,16 bilhão em produtos. Na comparação com o montante de R$ 1,01 bilhão importado em 2020, houve um acréscimo de 101%. Quanto às exportações, houve um aumento de 27,28% em relação aos 2,07 bilhões de 2020, mas é inferior a outros anos, como 2019, 2017, 2016, entre outros, e 27% menor que o recorde de 2008, quando foram comercializados 3,61 bilhões em produtos de Ponta Grossa a outros países.

A maior parte das importações se refere à soja, que somou R$ 321,5 milhões, uma participação de 16% do total. A compra desse produto, vindo especialmente do Paraguai, aumentou em mais de 700% na comparação com 2020, e o próprio Paraguai, em função disso, expandiu em mais de 500% a comercialização de produtos a Ponta Grossa. Logo depois aparecem a importação de adubos, que se aproximou de 10% do total importado (quase R$ 200 milhões), com uma alta de aproximadamente 50% em relação a 2020; e partes e assessórios de veículos automotores, com R$ 199 milhões adquiridos (9,7% do total), com aumento de 210% em relação a 2020. Quanto às exportações, a soja e seus derivados (grão, óleo e resíduos resultantes da extração do óleo) representaram mais de 80% do total, com 2,14 bilhões, e uma alta superior a 40% sobre 2020. Os outros produtos mais exportados foram embalagens Tetra Pak (5,9% do total) e painéis de madeira OSB (3,2% do total exportado).

Quanto ao mês de maio, apenas, o valor exportado somou R$ 743,15 milhões, o que corresponde ao segundo maior montante dos últimos nove anos, desde 2013, sendo apenas inferior aos R$ 796,6 milhões contabilizados em maio de 2017. Quanto às importações, maio de 2021 foi o maior valor histórico, 29% superior aos R$ 355 milhões importados em maio de 2008. Dessa forma, somente neste mês, Ponta Grossa registrou um superávit de 282,6 milhões (saldo) na balança comercial.


Município está entre 50 principais no ranking nacional

Neste período de cinco meses, a balança comercial de Ponta Grossa, ao se subtrair as importações do total de importações, registrou um saldo positivo, ou seja, um superavit, de R$ 585,69 milhões. Isso torna a cidade uma das mais evidentes no território nacional no quesito comércio exterior. Nas exportações, por exemplo, Ponta Grossa ocupa a 43ª posição no ranking nacional, com 0,5% de tudo o que foi exportado – isso significa que para cada R$ 200 enviados em produtos para outros países, R$ 1 saiu da cidade. Esse percentual é o mesmo para as importações, em que a cidade aparece na 45ª posição no ranking nacional. Quanto ao Paraná, Ponta Grossa foi a 5ª cidade que mais exportou, com 6,1% do total; e também a 5ª que mais importou, recebendo 6% de tudo o que chegou de outros países.

Últimas Notícias
Campos Gerais 07/06/2021 ás 21:15h
Cotidiano 07/06/2021 ás 20:45h
Destaques
Fluidos Positivos
Paulo Coelho
VÍDEOS
Mix
/img/cover/380000/capa_00380638_0_202106042111.jpg?xid=1090073
+ Empregos
+ Bom Dia Astral
+ Romulo Cury
+ Variedades