menu

Programa de Inclusão da Fiep oferece capacitação gratuita

Promovida pelo Sistema Fiep, a iniciativa pretende atender até 100 jovens ao longo do ano, em parceria com empresas de diferentes setores


Com o objetivo de contribuir para a promoção da inclusão e equidade racial no mercado profissional, o Sistema Fiep deu início, no mês de maio, às atividades do Programa de Inclusão de Jovens Negras e Negros no Mundo do Trabalho. Promovida pelo Centro Internacional de Formação de Autoridades e Líderes (CIFAL Curitiba) e pelo Centro de Inovação Sesi em Longevidade e Produtividade (CIS), a iniciativa pretende atender, até o final do ano, 100 jovens de 15 a 21 anos com autodeclaração racial preta ou parda. Ao participarem do programa, eles terão acesso a três meses de curso gratuito de iniciação profissional, com aulas em formato EaD, além de apoio para a inserção no mercado de trabalho. 

A formação também servirá como preparação para o curso de Aprendizagem Industrial, que deve ser realizado posteriormente, quando já tiverem vínculo como aprendiz em alguma empresa. Uma das jovens que está participando do programa é Larissa Fabiane Gerônimo Pereira e Silva de Lima, 19 anos, estudante do 2º ano do Ensino Médio em Foz do Iguaçu. “Sempre que possível, estou participando de todos os movimentos com as pessoas negras e achei a oportunidade muito boa, pois infelizmente ainda sofremos muita discriminação em relação a nossa cor. Acredito que o curso também vai agregar muito no meu futuro profissional, pois é uma oportunidade de demonstrar minha capacidade de aprender e ajudar no crescimento da empresa que me der uma oportunidade”, avalia. 


Oportunidade beneficia parcela desassistida da população 

Apesar de serem maioria entre os brasileiros, representando 54,6% da população, de acordo com dados do IBGE, os pretos e pardos ainda enfrentam muitas dificuldades no mercado de trabalho. Quando se fala em número de trabalhadores formais no Brasil, por exemplo, os brancos são maioria, ocupando 56,5% das vagas, conforme dados do Ministério da Economia, citados no estudo “Rotas Diversidade e Longevidade 2035”, publicado em 2019 pelo CIS. 

Com isso, o programa se torna ainda mais relevante, contribuindo para a inclusão e equidade racial, promovendo a diversidade nos ambientes corporativos. “Ainda hoje, vivemos em uma sociedade que vê as diferenças como desafios à aproximação e à cooperação, o oposto do que um ambiente diverso e inclusivo é capaz de proporcionar. Por isso, é tão importante promovermos o diálogo para a inclusão, em especial para a inclusão racial e o enfrentamento ao racismo nas instituições. Esse programa propõe justamente esse diálogo, oferecendo capacitação e empoderamento aos jovens e engajando e mobilizando as empresas a promover a diversidade racial na sua organização”, afirma Maria Cristhina de Souza Rocha, gerente executiva de Projetos Institucionais do Sistema Fiep. 

Para garantir que os assuntos abordados nas aulas estejam diretamente relacionados com a temática do programa, a iniciativa conta com a parceria da Associação Cultural de Negritude e Ação Popular (ACNAP). “No cronograma das aulas, está prevista abordagem de temas como valores morais, racismo e preconceito, o movimento negro brasileiro, racismo institucional, política de ações afirmativas, a população negra no mercado de trabalho e qual o nosso papel na luta antirracista”, explica a pedagoga Santa de Souza. 


Empresas parceiras também receberão capacitação 

Para poder oferecer essa oportunidade a jovens negras e negros de todo o Paraná, o programa conta com empresas parceiras, que também receberão capacitação voltada à temática da diversidade, inclusão e equidade racial no mercado de trabalho. 

A iniciativa é aberta a empresas de qualquer porte e setor. O EBANX  é uma das organizações que aderiram ao programa. "O EBANX entende que é nossa responsabilidade, como empresa, ajudar a provocar as mudanças que queremos ver na sociedade, para que ela seja mais inclusiva e plural. Por isso, é uma alegria apoiar uma iniciativa como essa=", comenta Patrícia Badaró, gerente de Gestão de Talentos do EBANX. 

A Electrolux é outra participante. "O programa do Sistema Fiep vai ao encontro de um dos principais pilares que temos dentro da Electrolux, que é o de Diversidade & Inclusão.  Essa parceria irá impulsionar nossa busca por potenciais novos talentos para integrar nosso time e trazer novas histórias e aspirações, além de enriquecer, agregar e inovar o nosso modo de pensar em produtos e soluções", afirma Lorenna Oliveira, Supervisora de Diversidade & Inclusão e Responsabilidade Social da Electrolux na América Latina.

A Volvo viu na iniciativa uma forma de dar continuidade a um trabalho que já é realizado na empresa. “Participar é mais uma oportunidade para ampliar ainda mais a inclusão e a diversidade em nossa força de trabalho. Em nossa fábrica de Curitiba, no Paraná, seguimos essa filosofia de inclusão e diversidade, elementos-chave para manter nosso excelente clima organizacional”, ressalta Paola Jagher, coordenadora de Atração de Talentos e Mobilidade da Volvo. 

O projeto também conta com a participação da indústria Mão Colorida. “Na Mão Colorida, entendemos a importância da diversidade e o Programa de Inclusão de Jovens Negras e Negros no Mundo do Trabalho possibilitará transformar a cultura organizacional com diferentes pensamentos, etnias, culturas, posições e deficiências, permitindo desta forma uma empresa plural e democrática”, diz Arivonildo Assunção de Souza, gerente de Recursos Humanos da Mão Colorida. 


As informações são da assessoria de imprensa


Últimas Notícias
Campos Gerais 21/06/2021 ás 23:33h
Ponta Grossa 21/06/2021 ás 23:15h
Campos Gerais 21/06/2021 ás 21:37h
Cotidiano 21/06/2021 ás 21:30h
Esporte 21/06/2021 ás 21:00h
Ponta Grossa 21/06/2021 ás 20:26h
Destaques
Fluidos Positivos
Paulo Coelho
VÍDEOS
Mix
/img/cover/380000/capa_00382448_0_202106182132.jpg?xid=1095914
+ Empregos
+ Bom Dia Astral
+ Romulo Cury
+ Variedades