menu

Ricardo Zampieri alerta sobre falta de médicos nas UBS de PG

Vereador cobra contratação emergencial de médicos para atendimento nas Unidades Básicas de Saúde

O vereador Ricardo Zampieri (PSL) cobrou a Prefeitura de Ponta Grossa quanto à debandada de médicos do quadro de servidores municipais. Dos 54 profissionais que atendiam a população nos postos de saúde, 22 deixaram os cargos no início do ano, segundo o parlamentar. A saída em massa chamou a atenção do vereador, que cobra uma ação rápida da administração municipal em relação ao tema, com a contratação emergencial de médicos na cidade, para repor a demanda. 

Para Zampieri, é obrigação do poder Executivo fazer com que os médicos sejam repostos imediatamente, já que existem mecanismos na administração pública que permitem a contratação de novos profissionais. “A Prefeitura tinha ciência que as baixas ocorreriam e poderiam ter se programado para evitar o caos nas unidades de saúde. Agora, a situação exige um emergencial, e é o que estamos cobrando”, explica. O vereador ainda ressalta que a Saúde Pública precisa ser tratada como prioridade e respeito. 

Não é a primeira vez que o vereador cobra a prefeitura em relação à contratação de profissionais. A bandeira é levantada desde o final de 2018, quando a crise envolvendo os médicos nos postos de saúde se instalou em Ponta Grossa. “Nossa população está sem atendimento nas unidades de saúde porque não existe gestão no poder Executivo. É preciso saber lidar com esses problemas urgentes e resolve-los da maneira mais rápida possível. Quanto mais isso se estende, mais as pessoas sofrem”, lembra.

Durante a semana, Zampieri encaminhou uma moção de apelo ao presidente do Conselho Municipal de Saúde, Leandro Soares Machado, para que sejam autorizadas a contratação emergencial de 18 profissionais da área - como forma de minimizar o problema na cidade.

Prefeitura faz concurso para preencher vagas

Através da Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Ponta Grossa (PMPG), a Fundação de Saúde (FSM), 20 profissionais médicos deixaram as Unidades Básicas de Saúde, todos ligados ao Programa mais Médicos. Segundo o município, esses profissionais não são repostos e não precisam realizar aviso prévio. 

“As Equipes de Saúde da Família estão trabalhando todos os dias para atender a população. Todas elas contavam com profissionais médicos, a medida que acontecem os desligamentos a Atenção Primária está realizando escalas, para que nenhuma UBS fique sem o atendimento médico”, diz a nota.

O município também informou que já realizou a contratação dos profissionais médicos que haviam passado em concurso público anteriores. Além disso, a FMS já lançou novo concurso público para preencher as vagas.

Com informações da assessoria de imprensa.

Últimas Notícias
Campos Gerais 05/03/2020 ás 10:58h
Cotidiano 05/03/2020 ás 10:48h
Ponta Grossa 05/03/2020 ás 10:00h
Ponta Grossa 05/03/2020 ás 09:29h
Destaques
Fluidos Positivos
Paulo Coelho
VÍDEOS
Mix
/img/cover/310000/cover_00315746_00.jpg
+ Empregos
+ Bom Dia Astral
+ Romulo Cury
+ Variedades