menu

Saldo do emprego em PG se mantém positivo em 2021

Número de contratações foi maior que o número de demissões no último mês de maio em Ponta Grossa. Nos últimos 12 meses, desempenho do mercado de trabalho é um dos melhores do país

Após dois meses de retração de postos de trabalho, Ponta Grossa voltou a ter mais contratados com carteira assinada do que demitidos, neste último mês de maio. Números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta quinta-feira (1) através do Ministério da Economia, apontam que 46 novas vagas de emprego foram criadas na cidade, elevando o número total de pessoas contratadas com carteira assinada no município para 94.772. O resultado é o terceiro positivo do ano no município, que agora totaliza a abertura de 1.841 vagas de emprego no acumulado dos cinco meses de 2021.

Nos meses de janeiro e fevereiro, Ponta Grossa criou 2072 postos de trabalho, porém, entre março e abril, foram 277 vagas perdidas. Agora em maio a cidade voltou a recuperar vagas com a geração de novas vagas especialmente nos setores de serviços (278 vagas abertas), comércio (112) e indústria (73), que não deixaram o resultado ficar negativo após uma perda de 411 vagas na área da construção civil. 

No acumulado do ano, os setores seguem a mesma tendência: o que mais criou oportunidades foi o setor de serviços, com 1.017 postos de trabalho criados entre janeiro e maio. Na sequência, aparece a indústria, com 602 vagas, seguida pelo comércio, que abriu 559 oportunidades com carteira assinada. Estão negativadas a construção civil, com 331 vagas perdidas, e o setor agropecuário, com 6. O setor de serviços foi o único que teve números positivos de contratações todos os meses de 2021, enquanto que o comércio e a indústria tiveram apenas um mês de fechamentos (ambos em abril). Neste período de janeiro a maio, Ponta Grossa tem o nono melhor saldo do Paraná.

Já ao avaliar o acumulado dos últimos 12 meses, entre junho de 2020 e maio de 2021, Ponta Grossa tem um dos maiores saldos do Brasil, a 44ª cidade do país em geração de emprego, com 7.473 vagas de trabalho abertas. Trata-se do quarto melhor desempenho do estado, atrás apenas de Cascavel (7.913), Maringá (8.642) e Curitiba (49.681). Neste período de 12 meses, todos os setores geraram vagas em Ponta Grossa, com destaque para a construção civil, com 2.183 postos criados, e para o setor de serviços, com 2.016 vagas. Não muito distantes apareceram o comércio, com 1.872 postos de trabalho criados, e a indústria, com 1.735.


Paraná teve melhor o resultado no Sul

O número de trabalhadores contratados com carteira assinada em maio deste ano foi maior que o total de demitidos do mercado formal de trabalho. Segundo o Ministério da Economia, houve, no período, 1.548.715 admissões e 1.268.049 desligamentos. Com o saldo mensal de 280.666 postos de trabalho durante o mês de maio, o estoque nacional de empregos formais chegou a 40.596.340, com uma variação positiva de 0,7% em comparação aos 40.315.674 registrados em abril.

O Paraná fechou maio como o estado que mais abriu postos de trabalho com carteira assinada na Região do Sul, e o quarto melhor desempenho do país. O saldo foi de 15.884 contratações, resultado de 118.151 admissões e 102.267 desligamentos, ante 13.587 de Santa Catarina e 7.458 do Rio Grande do Sul. O resultado representa alta de 111,65% sobre o mesmo mês de 2020, quando foram encerrados pouco mais de 26 mil vínculos.

Últimas Notícias
Ponta Grossa 15/09/2021 ás 18:30h
Bom Dia Astral 15/09/2021 ás 18:00h
Ponta Grossa 15/09/2021 ás 18:00h
Ponta Grossa 15/09/2021 ás 17:29h
Ponta Grossa 15/09/2021 ás 17:00h
Ponta Grossa 15/09/2021 ás 16:46h
Destaques
Fluidos Positivos
Paulo Coelho
VÍDEOS
Mix
/img/cover/390000/capa_00393458_0_202109142258.jpg?xid=1133705
+ Empregos
+ Bom Dia Astral
+ Romulo Cury
+ Variedades