menu

Estado prepara anúncios de obras em trechos da Rodonorte

Pacote de R$ 365 milhões é referente ao acordo de leniência firmado entre concessionária e MPF. Governo do Estado é o responsável por indicar as obras prioritárias.

A Secretaria de Estado da Infraestrutura e Logística (Seil) está finalizando os últimos detalhes para anunciar as obras que deverão ser realizadas pela concessionária CCR Rodonorte nas rodovias que administra. O pacote de R$ 365 milhões é referente ao acordo de leniência firmado em março entre a empresa e o Ministério Público Federal (MPF). A expectativa, segundo fontes ouvidas pelo portal aRede, é de que o anúncio aconteça no início de agosto – por volta do dia 5.

O Departamento de Estradas de Rodagem (DER) cumpriu com o prazo de 90 dias – iniciado no dia em que foi firmado o acordo de leniência – para apresentar ao MPF uma lista de obras que considera prioritárias nas rodovias administradas pela empresa. Elas deveriam ter como base o contrato original, de modo que não trouxessem empreendimentos que estavam no plano de exploração original.

Apesar de o Estado cumprir com o prazo, o MPF informou que precisa de um tempo maior para endossar ou não a sugestão do governo do Paraná. Em nota, o órgão afirmou que a definição das obras prioritárias avançou, contudo não foi completamente concluída. “Em razão disso, o prazo previsto no acordo será prorrogado. O MPF tem trabalhado para que a definição seja concluída com sucesso no prazo mais curto possível”, informou. O MPF não esclareceu, no entanto, quando se esgota o novo prazo – que deve ocorrer nos próximos dias.

O DER deve anunciar as obras prioritárias em um evento com a presença do secretário da Seil, Sandro Alex, o prefeito de Ponta Grossa, Marcelo Rangel (PSDB) e outras lideranças locais e regionais. A expectativa é que as obras envolvam a construção de trincheiras, viadutos, passarelas, lombadas e retornos. Uma das principais vias a receber os investimentos é a BR-373, principalmente na Avenida Souza Naves – que compreende o trecho urbano de Ponta Grossa.


Acordo de leniência totaliza R$ 750 milhões

Durante os desdobramentos da Operação Integração II, a CCR Rodonorte se comprometeu a pagar R$ 750 milhões referentes ao acordo de leniência firmado com o MPF. O valor, que deve ser pago até o final de 2021, foi dividido em três partes. A primeira, de R$ 350 milhões, vem sendo utilizada para abater e diminuir o preço dos pedágios na praça da empresa em 30% – o desconto acontece desde o final de abril e segue até o esgotamento da verba. A segunda parte, de R$ 35 milhões, é uma multa que consta no acordo. Já a última parte, de R$ 365 milhões, é referente às obras nas rodovias.

Últimas Notícias
RC Coluna 26/07/2019 ás 00:44h
Campos Gerais 26/07/2019 ás 00:36h
Bom Dia Astral 26/07/2019 ás 00:11h
Cotidiano 25/07/2019 ás 21:51h
Ponta Grossa 25/07/2019 ás 21:47h
Destaques
Fluidos Positivos
Paulo Coelho
VÍDEOS
Mix
/img/cover/260000/cover_00268815_00.jpg
+ Empregos
+ Bom Dia Astral
+ Romulo Cury
+ Variedades