menu

PSDB vai investigar Passos sobre infidelidade partidária

Marcelo Rangel, presidente da legenda, afirma que partido apura infidelidade do vereador durante o processo eleitoral de 2020

O ex-prefeito de Ponta Grossa e presidente do PSDB no município, Marcelo Rangel, afirmou que a legenda também deve investigar o vereador Felipe Passos por infidelidade partidária. Através de Rangel, a legenda denunciou Felipe por supostos crimes de assédio sexual e ‘rachadinha’. A denúncia foi apresentada à Câmara e deverá ser analisada pela Corregedoria apenas em fevereiro.

O agora ex-prefeito afirmou que o partido abriu procedimento interno para apurar todas essas denúncias. "Recebemos documentos sobre infidelidade partidária do vereador e o PSDB está analisando todos os documentos probatórios”, disse Rangel. O presidente do Diretório afirmou que Felipe teria recebido vantagens eleitorais de outra chapa na disputa de 2020 e “teria realizado campanha explícita para outro partido, o que é proibido”, diz. 

“A denúncia recebida tem diálogos com pedidos de apoio estrutural e provas de que o vereador utilizou, inclusive, o escritório doado por outro candidato”, disparou Rangel. “O partido irá aprofundar o trabalho de apuração desta denúncia, em respeito aos demais candidatos que tiveram postura de apoio a prefeita Elizabeth, demonstrando unidade”, argumentou o prefeito. 

Saiba mais: 

Câmara só vai analisar denúncia contra Passos em fevereiro

Vereador de Ponta Grossa nega assédio e 'rachadinha'

Últimas Notícias
Cotidiano 08/01/2021 ás 23:30h
Cotidiano 08/01/2021 ás 21:46h
Ponta Grossa 08/01/2021 ás 21:45h
Cotidiano 08/01/2021 ás 21:30h
Destaques
Fluidos Positivos
Paulo Coelho
VÍDEOS
Mix
/img/cover/350000/cover_00352455_00.jpg?xid=1020317
+ Empregos
+ Bom Dia Astral
+ Romulo Cury
+ Variedades