menu

Em PG, UTI estão com 100% de ocupação

Ponta Grossa enfrenta o drama da falta de leitos de UTI e fila de espera nos hospitais públicos e privados


O enfrentamento à Covid-19 está chegou ao ponto mais crítico desde o primeiro caso registrado na cidade, um ano atrás. Há duas semanas o índice de ocupação da UTI covid do HU-UEPG não fica abaixo de 100%. O Hospital atende toda a região dos Campos Gerais e tem fila de espera para receber pacientes.

Ponta Grossa, a maior cidade da região, também tem números assustadores. Dos 85 leitos de UTI, públicos e privados, todos estão ocupados desde segunda-feira. O último boletim divulgado pela Fundação Municipal de Saúde (FMS) trouxe 190 novos casos de infecção pelo coronavírus e mais 4 mortes decorrentes da Covid-19. A cidade soma 23.275 casos confirmados e, de um total de 405 óbitos, mais da metade é de idosos acima de 60 anos.

Rodrigo Manjabosco, secretário municipal de saúde, comentou os números alarmantes. “Entre as maiores vítimas ainda estão os idosos de 60 a 79 anos. Contudo, temos visto que o número de jovens doentes tem aumentado. E, além disso, o tempo de internação em leitos aumentou para 14 dias em média”, alertou o secretário. Ele disse ainda que o ápice da crise neste momento, coincide com o aumento da variante P1 do vírus e que acredita que as medidas de isolamento devam estabilizar o sistema de saúde. 

No próximo sábado completa uma semana do início da vigência dos Decretos, Estadual e Municipal, que estabeleceram medidas mais restritivas para tentar conter o avanço da doença e desafogar o sistema de saúde. No entanto o impacto da restrição às atividades, consideradas pelo poder público não essenciais, só será percebido nas próximas semanas. Até domingo prefeitos e secretários de saúde dos principais municípios do Paraná devem se reunir com o governador do estado, Ratinho Junior, e com o secretário estadual de saúde, Beto Preto, para definir as novas diretrizes de combate ao coronavírus.  


Vacinação

O mais recente boletim da vacinação divulgado pela Fundação Municipal de Saúde mostra que 14.151 pessoas já receberam a primeira dose da vacina contra a Covid-19. Nesta sexta-feira (5) a imunização chega a uma nova etapa. É a vez dos profissionais da saúde das clínicas de endoscopia, cardiologia, oftalmologia, neurologia, ortopedia, fisioterapia e do ambulatório do IML.

A prefeitura de Ponta Grossa estima imunizar toda a população com mais de 18 anos contra a Covid-19 até outubro. O prazo foi calculado com base no ritmo atual de repasse das doses pelo Ministério da Saúde. A possibilidade de compra de vacinas por meio do Consórcio Nacional de Prefeituras, do qual Ponta Grossa sinalizou interesse em participar, reduz o prazo para 180 dias. De acordo com o secretário Manjabosco, se o consórcio se concretizar, Ponta Grossa pode receber 40 mil doses por mês e poderia bater a meta de vacinação de aproximadamente 250 mil pessoas até fim de agosto ou início de setembro. 

Últimas Notícias
Ponta Grossa 16/09/2021 ás 13:41h
Cotidiano 16/09/2021 ás 11:19h
Ponta Grossa 16/09/2021 ás 10:42h
Destaques
Fluidos Positivos
Paulo Coelho
VÍDEOS
Mix
/img/cover/390000/capa_00393458_0_202109142258.jpg?xid=1133705
+ Empregos
+ Bom Dia Astral
+ Romulo Cury
+ Variedades