menu

Exportações de PG crescem 25% e superam os R$ 5 bi

Importações também crescem e total movimentado com outros países  atingiu a marca de R$ 9,25 bilhões

As exportações ponta-grossenses em 2021 superaram a marca de R$ 5 bilhões neste mês de setembro. Somados os valores de todos os produtos comercializados a outros países entre 1º de janeiro e 30 de setembro, um total de R$ 5,38 bilhões foi enviado para o exterior. Esse é um valor que já se aproxima de tudo o que foi exportado no ano passado inteiro, os R$ 5,6 bilhões entre janeiro e dezembro de 2020. Somente em setembro, R$ 520 milhões foram exportados. Os dados foram revelados pela Secretaria Especial de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais, vinculada ao Ministério da Economia.

Na comparação com o mesmo período em 2020, quando as exportações somaram R$ 4,29 bilhões ao fim de setembro, houve um incremento de R$ 1,09 bilhão, o que representa uma elevação de 25,48%. A alta, porém, não é exclusividade das exportações: as importações também cresceram neste ano, em uma proporção ainda maior, na casa dos 82,5%. Entre janeiro e setembro de 2020, o total importado na cidade foi de R$ 2,11 bilhões, valor que subiu para R$ 3,86 bilhões no mesmo período neste ano.

Somados os valores da importação e exportação (corrente), nestes nove meses já foram movimentados R$ 9,25 bilhões por empresas da cidade com o comércio exterior, valor 44,3% superior ao registrado no mesmo período em 2020. Quanto à balança comercial, como as exportações foram superiores que as importações, o município acumula um saldo positivo (superávit) de R$ 1,51 bilhão.

Todos esses resultados destacam a cidade entre as que mais exportam e importam produtos no Estado e no Brasil. Os R$ 5,38 bilhões correspondem a 6,2% de tudo o que foi exportado pelo estado, o quarto município que mais exportou no Paraná, ao passo que em âmbito nacional, a participação é de 0,5%, a 41ª cidade que mais vendeu produtos a outros países. Já pelo lado inverso, das importações, Ponta Grossa teve uma participação de 5,8% em âmbito estadual, a quinta cidade que mais comprou produtos de outros países; enquanto que em uma perspectiva maior, no mercado nacional, a participação foi de 0,5%, a 50ª no ranking das importações brasileiras.

 

Soja segue como principal produto comercializado

O produto mais exportado pelas empresas do município foi a soja e seus derivados. Somente de farelo de soja, resultante da extração do óleo, foram R$ 2,96 bilhões exportados, ou seja, 55% do total. Em óleo de soja foram R$ 848 milhões vendidos, ou 16% do total, ao passo que a soja em si, em grão ou triturada, o valor foi de R$ 360 milhões (6,7% do total). Depois da soja, o principal produto exportado foram as embalagens Tetra Pak, seguidas por painéis de madeira. O principal destino foi a Coreia do Sul, para onde foram pouco mais de R$ 700 milhões, ou 13,2% de tudo comercializado, enquanto que na segunda colocação apareceu a China, com quase o mesmo valor (13,1% do total).

Últimas Notícias
Campos Gerais 07/10/2021 ás 21:22h
Campos Gerais 07/10/2021 ás 21:00h
Campos Gerais 07/10/2021 ás 20:55h
Destaques
Fluidos Positivos
Paulo Coelho
VÍDEOS
Mix
/img/cover/390000/capa_00396332_0_202110072045.jpg?xid=1144479
+ Empregos
+ Bom Dia Astral
+ Romulo Cury
+ Variedades